quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Conhecimento e dança: grupo Concepção Urbana expõe conquistas e projetos








O grupo de dança de rua de Poços de Caldas faz apresentação em noite especial, mostra projetos sociais, conquistas internacionais e homenageia parceiros


Funk, popping, locking, video dance, house, break, jerking e wacking. Estes são alguns estilos praticados pelo grupo de dança Concepção Urbana, que completa quatro anos na cidade sul mineira de Poços de Caldas e comemora as conquistas no universo do hip-hop.



 

 
No último mês, 15 bailarinos foram a Chicago (USA) para competir no World of Dance (WOD), campeonato mundial que reúne grandes nomes da dança de rua. Numa coreografia que mistura capoeira, samba e imprime as características brasileiras numa dança contemporânea e que ao mesmo tempo, resgata a história de toda a cultura urbana, daí o nome do grupo e todo o trabalho que vem sendo desenvolvido.
A noite de quarta-feira (21) foi especial para o grupo, que lotou o teatro municipal da cidade de Poços de Caldas para o evento de encerramento das atividades anuais, onde pessoas que trabalham em prol do grupo foram homenageadas, como autoridades municipais, financiadores de projetos, educadores e jornalistas.
Numa apresentação dinâmica, feita pelo diretor do grupo, Mário Damião, os presentes puderam conhecer um pouco da história do grupo, um pouco da cultura hip-hop, da dança e tudo que ela envolve e dos estilos que permeiam esta arte.
Mais de 200 crianças e adolescentes das escolas estaduais e municipais, além de projetos educacionais, estão envolvidas com o Concepção Urbana em aulas de dança e puderam se apresentar no Espaço Cultural da Urca. 
“Este é o palco ideal para a dança, para os artistas da arte urbana também e para tantos integrantes do projeto que beneficia tanta gente”, pontua o jornalista Wiliam de Oliveira, um dos homenageados da noite e que, embora não tenha proximidade com a cultura hip-hop, se encantou com as apresentações feitas e foram muitas.
Intercalando uma mostra de dança dos projetos sociais e algumas apresentações a parte, o Concepção Urbana levou ao palco até mesmo a arte circense com o espetáculo da Trupe DeRuah, que mistura dança urbana com circo, o espetáculo da jovem Aryadna Martins, que aos oito anos já compete em eventos nacionais e faz parte do grupo, bem como a apresentação dos b.boys da Original Crew, que somam as coreografias do que há de mais raiz dentro da cultura hip-hop.




Livro “Traficando Conhecimento” de Jéssica Balbino inspira coreografia do grupo

Para finalizar, o grupo apresentou a coreografia que foi batizada a partir do livro Traficando Conhecimento, da jornalista Jéssica Balbino, que conta um pouco da trajetória do hip-hop em Poços de Caldas e funde-se com a história do grupo Concepção Urbana desde o surgimento até os dias atuais, bem como a da Original Crew, entre outros artistas locais, como Leopac, China Trindad e UClanos, que cantaram no palco do evento. Quem assina a coreografia são os bailarinos e professores de dança Nando Gonçalves e Rafael Maximiano.
Para o próximo ano, o grupo pretende dar sequencia às oficinas que vem realizando em todo município, além de se inscrever em novos festivais nacionais e internacionais.

Serviço

Assista a coreografia apresentada em Chicago - EUA

Assista a coreografia "Traficando Conhecimento" 







Nenhum comentário:

Postar um comentário