sexta-feira, 28 de março de 2014

Emicida comenta sobre o Slim Rimografia (BBB)



Quando fiquei sabendo que o slim rimografia estava no BBB eu pensei na hora.. "que merda que ele fez" pois eu não imaginaria uma atitude desta vindo do Slim.. a principio eu fiquei meio que contra.. mas vendo vários debates e refletindo sobre a caminhada do cara.. eu pensei foda-se... deixa o cara.. cada um faz o que quer de sua vida.. e rap não é so protesto.. também é liberdade de expressão e cada um se expressa do modo que quiser, o emicida falou muito bem.. sobre este fato leia.

Emicida Sobre o Slim... 
Foi o primeiro rap, do estilo que na época era chamado de "alternativo" que vi tocando forte nas rádio pirata da zona norte, achei revolucionário, a música era o clássico 'falido'. Abriu muitas mentes pra diversidade que o hip hop precisa manter viva eternamente, inspirou muita gente, isso faz mais de uma década. Dentre as voltas que o mundo dá, pude acompanhar de perto cada passo na luta dele, a evolução como produtor, o nascimento de seu selo mokado records, que também inspirou minha @lab_fantasma, seu corre pra fazer seu nome e sempre trazendo nomes novos junto, fortalecendo o meu inclusive numa época em que eu não tinha a visibilidade atual. Então eu fecho com esse mano, participar de um programa deste, com essa exposição é uma atitude delicada e corajosa, eu respeito que tem coragem de tentar mudar algo. A história é feita pelos que tem coragem de tentar reescrever ela, são loucos o suficiente pra tentar e muitas vezes loucos o suficiente pra conseguir. Não acho que o silicone venceu a poesia, como disseram, acho que ele é a prova de que a poesia se mantém viva independente da alienação. Acho BBB uma merda, chato demais, cada um tem um gosto e o programa não satisfaz o meu, minha fé não foi pelo BBB, ou pela globo, foi pelo guerreiro que há anos luta firmemente pela cultura Hip Hop na rua. Tamo junto Valtim!! ‪#‎ubuntu‬

Nenhum comentário:

Postar um comentário