sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

O "BLOG" NOSSAS CENAS ENTREVISTA "ARAS MUZIC PKB PARA FALAR-NOS UM POUCO SOBRE O RAP.‏



Aras Muzic é membro do grupo Papoites King Boys, CEO e fundador da label Pkumbo Music Group ou Pkumbo Records, foi para Portugal com 10 anos, com 13 anos pertenceu ao grupo "Fulldogg",infelizmente ou felizmente o grupo acabou, em 2009 formou o grupo Papoites King Boys com o Young Weeza, actual Weeza, o grupo na altura chamava-se apenas Papoites, depois em 2010 entraram o DJovem e o Luzi Poo e ficaram Papoites King Boys, ainda em 2010 os Papoites e o Regulo Dogzilla, actual Mussa The Messiah formaram a Pkumbo, pois queriam divulgar outros artistas, ou melhor com o pouco que tinham, ajudar pessoas que também gostam de fazer musica, com amor e dedicação.

Nc (Nossas Cenas) : Aras Muzic com quantos anos começou a fazer Rap?

Aras Muzic13 anos de idade, mas ainda era aquela de querer imitar outros rappers e tal...

NcPorquê o estilo  Rap, ou seja com tantos outros estilos por ai porquê o Rap?

Aras Muzic: Rap porque é onde me sinto bem, porque eu antes de estar propriamente no Rap, já estava na cultura Hip-Hop, porque já “dançava”, então nessa de estar no movimento, tive um acontecimento infeliz com uma “Mboa” "mambos de putos" e quis expor aquilo numa letra, então o Rap veio como meu diário, assim dizendo. Então tento  fazer Rap sempre que vejo algo, sobre a sociedade ou mesmo a minha vida, meter nas letras, desabafar, criticar, falar sobre… Etc.

Nc: Primeiramente o Rap era visto como uma forma, digamos de “vandalismo” (...) e com o passar do tempo passou a ter mais “aceitação”. Como achas que está o Rap neste momento (...) Ja deixou a fase Critica?

Aras Muzic: Melhorou "bastante""bastante" mesmo, mas ainda temos "a sociedade" muito que evoluir, porque ainda há aquela descriminação, que o Rap é feito por bandidos, marginais, principalmente na faixa etária dos 30 pra cima.
porque se tu reparares o Rap é um dos estilos que os radialistas passam menos nas rádios.

Nc: Tocando um pouco na "separação" (…) qual é o teu ponto de vista acerca das vertentes "Underground e Mainstream/Comercial" o que tu achas acerca disso?

Aras Muzic: Em primeiro lugar eu não critico quem diz-se ser "underground" ou "Mainstream/Comercial", cada músico, ou artista é livre de fazer o que quer e bem apetecer, eu simplesmente acho que underground é aquele artista que não está no mainstream, porque normalmente as pessoas falam e não sabem é que o“mainstream” é quando um artista está ao alcance de um grande público o contrario de “underground”.
Agora, digo que não acho correcto aqueles rappers que só fazem músicas para vender, estão mais importados propriamente no lucro, e não na música, que é uma arte muito bela, e quando é feita com esses pensamento acho que mata a beleza dela.
NcE o que difere um “Underground" de um "Comercial” (...) para além do alcance do Público, Será também o conteúdo das músicas, as mensagens que os "underground" Transmitem (...) Ou a agressividade e o Ritmo dosBeats ?
Aras Muzic: Sim isso ai difere muito, normalmente no Underground as "líricas" são mais pesadas, transmitem ideias que o público em geral não apoia, ou não é muito usual ouvirem, ideias contra o regime politico que está no poder, por exemplo, entre outras, e os beats estão ligados as líricas, por isso também tem que ser agressivo, para transmitirem a mensagem pretendida, e o que me deixa feliz é quando vejo rappers dounderground tornarem-se "mainstream", mas não "comerciais"!
Nc: O que procuras passar ao pessoal com a tua música?
Aras Muzic:  Espero continuar a passar a mesma mensagem que passo agora, mas mais amadurecida!
Nc: E em Termos de Mc’s quais são os que te influenciam e que te motivam a continuar a “Rappar
Aras Muzic: Em termos de influências eu podia falar o que todos rappers dizem para aparecer bem na “foto”, “Notorious BIG”, “Tupac”, ou algo do género, realmente eles foram grandes rappers, artistas, que respeito muito, mas não posso dizer que me influenciu neles, pois eu já sou doutra geração, sou mais da geração de um “Nga”, de um “Kanye West”, de um “Kendrick Lamar”, de um “Dji Tafinha”, de um “Jimmy P”, de um“Ready Neutro”“Lil Wayne”, entre outros, poucos que respeito, esses sim são artistas que me influenciam, ou melhor me fazem querer acreditar que é possível, que com a dedicação, esforço e trabalho é possível chegar lá!.

NcAras Muzic tem 3 mixtapes com o seu grupo, uma mixtape a solo e a mais recente "Outro Lado de Jovens Promessas" com o membro mais novo da PkumboPepe Ferreira.

Aras Muzic: Ainda este ano de 2013 nos PKB, estamos a pensar em lançar a nossa 4º mixtape, intitulada como"O Impossível é Alcançável 2", e mais tarde um álbum se Deus quiser e houver investidores!

Narrado Por: Aras Muzic
Editado: Yamero Santchez 

Nenhum comentário:

Postar um comentário