O bicampeão Mundial do DMC (Solo e Supremacy) e tricampeão do DMC Brasil, Erick Jay foi o primeiro convidado do Gringos Podcast, que é um Podacast de uma das lojas de discos mais conceituadas em São Paulo. Diga-se de passagem, uma das marcas que mais dá apoio para o rap aqui em São Paulo.

Num bate-papo de praticamente 3 horas, o DJ multi-campeão fala sobre política, pandemia, cena de DJ, Campeonatos de DJ e afins. 

Num determinado momento do papo o Erick Jay fala que foi convidado para organizar um campeonato de DJ em Angola, África. E conta como ficou feliz em saber que é reconhecido fora de seu país, principalmente sendo na terra de nossos ancestrais. Entrando nesse assunto o DJ pontuou o fato de algumas vezes ser mais valorizado por pretos de fora do Brasil. A chateação do DJ é por conta da mídia preta no Brasil não repercutir seus feitos.

“Os negros me reconheceram como negro”, declara o Erick Jay ao falar sobre ser reconhecido por pessoas do Hip Hop em Angola.

Continuando no assunto da falta de valorização sua nos sites pretos, o DJ conta da vez em que a Revista Raça fez um post sobre: Quem representa mais pra você? Karol Conká ou Lucas Penteado? E o Erick lembra que comentou: "Nem a Karol e nem a Revista". Muitos fãs do DJ e seguidores da revista deram razão ao de DJ. O Erick também fala que na época em que foi campeão, nenhum desses sites chamaram ou noticiaram seu feito. Mas deixa bem claro que as outras mídias ditam como “lixo” o chamaram e a comunidade Hip Hop sempre o abraçou. 

Já é sabido que mesmo em nosso meio há um certo de padrão de pretos que são exaltados, tá ligado? Mas, ao ver essa declaração do grande Erick Jay que nós do NP somos muito fã de verdade e acompanhamos seus feitos e seus corres sempre que possível, nos deu um estalo de como a mídia preta brasileira tem se comportado como qualquer mídia grande por aí. 

O Erick Jay diz uma frase bem emblemática no podacast: “Não sei que tipo de negro eles estão procurando”

E isso é algo a se pensar e devemos questionar as mídias e nos questionar (isso aplica a nós aqui também). Que pessoas nós exaltamos? Quais pessoas são exaltadas nessas mídias? Que tipo de preto a pessoa tem que ser para ser reconhecida? Tem que passar por uma situação de racismo pra sair nessas páginas? Tem que ser famoso? Tem que lacrar? Tem que morrer? Entrar em Reality Show? Ser Influencer? Que tipo de preto as mídias preferem exaltar? 

Fica a reflexão pra todos nós!

Máximo respeito ao grande Erick Jay e a tantos outros que estão no corre independente!

Assista: ERICK JAY - Gringos Podcast #01


7 Comentários

  1. Muito obrigado pelo carinho e respeito de sempre Abraço a todos do noticiário periférico🙏🏾

    ResponderExcluir
  2. Cultura,pro Brasileiro e samba, carnaval e mulher,o dia que verem que DJ não e apenas um tocador de música, e sim um maestro de explosão de sentimentos,para quem ouve ele tocar, chegaremos ao 1° mundo dentro desse mundinho chamado Brasil....

    ResponderExcluir
  3. Sempre torço por você sempre que dá vejo seus trabalhos ...oque essa mídia busca são pessoas sem opinião que eles possam manipular não aqueles que queiram passar visão ...

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Respeita, pois na voz está o Melhor do Mundo!...LI-TE-RAL-MEN-TE!!!!

    ResponderExcluir
  6. Um artista e tanto , que batalha sempre para o crescimento da cultura DJ . Com certeza o justo é reconhecer e apoiar sempre ! Parabéns irmão por ir direto ao ponto e se indignar-se .

    ResponderExcluir
  7. Um artista e tanto , que batalha sempre para o crescimento da cultura DJ . Com certeza o justo é reconhecer e apoiar sempre ! Parabéns irmão por ir direto ao ponto e se indignar-se .

    ResponderExcluir

Postar um comentário