NOTICIÁRIO PERIFÉRICO

A tradicional Batalha do Real completa 18 anos e vai ter comemoração

Batalha do Real em 2016 no Imperator. Foto: Henrique Madeira

Duas caixas de som, uma mesa e muita rima: há 18 anos,  os organizadores da Tradicional Batalha do Real iniciavam um capítulo divisor de águas para a cultura hip-hop carioca. Graças à batalha, nomes nacionalmente conhecidos ganharam visibilidade e lançaram carreiras de sucesso, como Marechal, Criolo e Xamã, dentre outros. No próximo dia 18, às 14h, na Praça Monsenhor Francisco Pinto, popularmente conhecida como Praça Batalha do Real, nos Arcos da Lapa, acontece a edição comemorativa de 18 anos, com 16 jovens rappers, selecionados em rodas culturais que aconteceram em Central, Rocinha, Jacarepaguá, Petrópolis, São Gonçalo, Padre Miguel, Cidade de Deus e Antares (Marginow), disputando o título, definido pela votação do público. 

Celebrando a maioridade após lotar casas de shows e realizar diversos formatos em diversos locais, a Tradicional Batalha do Real volta às origens que a posicionou junto à cultura carioca: a Praça Batalha do Real, ali no comecinho dos Arcos da Lapa, aonde surgiu. “A Batalha do Real é um grande rito de passagem. É onde o novo MC testa as rimas e é testado pelo público. A batalha ajuda os jovens a afirmarem o talento, o carisma e a fazerem o próprio nome na cena. É um projeto de integração, mobilidade, expansão e valorização de territórios, revitalização e ocupação de espaços públicos, por meio dos elementos da cultura hip-hop”, conta o criador da Batalha do Real, Aori Sauthon, diretor executivo da Brutal Crew, organizadora do evento.

Este ano, a Tradicional Batalha do Real inovou ao realizar duas seletivas exclusivamente dedicadas a mulheres, as edições "Pretas no Hype", em Cidade de Deus e Marginow (Madeira). A premiação será de R$ 2.000 mais classificação para o "Red Bull Francamente 2022", para o primeiro lugar. O segundo e o terceiro lugares recebem prêmios em dinheiro de R$ 500 e R$ 250, respectivamente.

Na batalha do dia 18, acontecem também as apresentações dos artistas DurangoKid, rapper de Petrópolis que lançou, esse ano, seu disco de estreia, "DKMERON - Delírios Distópicos", Thai Flow, a primeira mulher a vencer a Batalha do Real, Blecaute, namorado de Camilla de Lucas, Old Dirty Bacon, Santuspe, Aika Cortez, Lepô Selva (Niterói) e Chapadão feat Biddi + Tifly, Jeff Rodrigues feat DumDum Afolabi + CT, Juju Rude e ainda tem o Cypher Passinho, com Severo Idd.


SERVIÇO

Batalha do Real 18 anos

18/12, 14h

Praça Monsenhor Francisco Pinto, a Praça Batalha do Real, Arcos da Lapa

Entrada gratuita


Atrações

Durango Kid

Old Dirty Bacon

Santuspe

Blecaute

Aika Cortez

Lepô Selva e Chapadão feat Biddi + Tifly

Thai Flow

Jeff Rodrigues feat DumDum Afolabi + CT

Cypher Passinho    Severo Idd

Juju Rude

Apresentadores

Negra Rê

Airá O Crespo

Sheep Rimador

Rico Neurótico

Funkero

Aori


DJs:

Mestre LP

Pam Belli

Beatmaker:

Mr Break

Batalha com 16 MC’s

Convidados:

1- Winnit - RB Francamente 2019 - (SP)

2- Black - RB Francamente 2021 - (BA)

3- Athena MC - (RJ)

4- Xan (campeão BdR 16)

5- Pk * - Surpresa

6-

7-


Realização Brutal Crew

Para saber mais

Instagram


DIVULGAÇÃO

Postar um comentário

0 Comentários