sexta-feira, 14 de novembro de 2008

[12-11-2008] - Prêmio Hutúz 10 Anos: O fim de uma Missão...


O Hutúz surgiu com o objetivo de mostrar que o movimento Hip Hop poderia ser realmente organizado e construir conceitos definitivos que ficassem para a história. Surgiu para marcar uma geração e iniciar o século 21 eliminando os estereótipos, agregando parceiros, patrocinadores, governos e todos aqueles que por alguma razão sempre se mantiveram distantes dessas realizações que, segundo eles, não tinham qualidade na sua execução (deficiência essa que existia, sobretudo, em função da falta de apoio).

O tempo passou. Iniciamos um novo século. Ano 2000: a CUFA resolveu ignorar essas deficiências e hoje está provado que podemos executar ações tão nobres quanto as que podemos admirar. E essa não é uma conquista somente da CUFA, mas de todos que fazem parte do movimento Hip Hop, este que a partir de 2010 passará a ter um novo desafio: mostrar que o movimento existe de verdade e tem capacidade para se organizar e para construir, inclusive, outros Prêmios de Hip Hop. Tudo isso com o objetivo de continuar valorizando seus artistas anônimos e consolidando a carreira dos tantos "ex-anônimos" que, a partir do Hutúz se tornaram referência para os jovens das periferias do Brasil, e – por que não dizer? – para os jovens de classe alta que descobriram o Hip Hop e passaram a respeitar essa cultura e seus protagonistas.

O Hutúz acredita que o movimento Hip Hop existe e tem força suficiente para continuar este projeto. Por isso, anuncia aqui o fim desse ciclo em 2009, quando comemorará seus 10 anos de vida e realizações. Por esse palco muitos artistas passaram, muito se revelaram, tantos outros – não menos importantes – disputaram entre si e agora fazem parte da história do Hip Hop nacional.

Sabemos todos o quanto foi frustrante perder, o quanto foi apaixonante ganhar e, claro, o quanto foi fundamental participar do prêmio mais importante da cena Hip Hop do planeta – segundo Mos Def e Public Enemy. Muitos grupos nem existem mais, se perderam no caminho... Não importa. Fazem parte dessa história, da história do Hip Hop no Brasil, e em 2009 estarão juntos...

Pois bem, para comemorar com chave de ouro o fim desse ciclo, em 2009 vamos eleger os melhores desses dez anos, os artistas de Hip Hop que marcaram essa década de 2000 no Brasil, esses que ajudaram a construir esse novo conceito, essa nova identidade do movimento Hip Hop Brasileiro.

Assim, o Hutúz separou para vocês os melhores desses anos, em cada categoria, e vocês, amigos, vão decidir quem fica entra para a história do Hip Hop nesse novo século. Deste modo, em 2009, teremos no Hutúz o tema: "Aniversário Hutúz – Parabéns pra Você", terminando essa história como ela merece, numa noite de grande festa. Afinal, só temos o que comemorar!!

Você vai escolher, entre os melhores da História, os dez mais importantes do século. E somente três serão premiados na grande festa, a acontecer no dia 26 de novembro de 2009, no palco do Canecão, no Rio de Janeiro.

Vamos aos melhores do século 21

Melhor DJ:
Betico
Cabeça
Dee Lay
DJ Ajamu
DJ Babão
DJ Batma
DJ Bira
DJ Bola 8
DJ Celo
DJ Cia
DJ Erick Jay
DJ Hadji
DJ Hum
DJ Ka
DJ Marola
DJ Primo
DJ Regis
DJ Rodrigo
DJ Spaiq
DJ Suissac
DJ Tiago
DJ Tony (RJ)
DJ Tony (SP)
DJ Will
Erick 12
Fabiano
King
Marco
Marola
Negrito
Negro Rico
QAP
Slick
Wjay

Melhor Álbum:
509-E 2000
A Evolução é uma Coisa (RZO)
À Procura da Batida Perfeita (Marcelo D2)
Antigamente Quilombos Hoje Periferia (Z'Africa Brasil)
Aviso às Gerações (GOG)
Com o Poder nas Mãos – Dina Di
D'Alma (Apocalipse 16)
Declaração de Guerra (MV Bill)
DG vs a Luz Falsa Que Hipnotiza o Bobo (Da Guedes)
Direto do Campo de Extermínio (Facção Central)
Dos Barracos de Madeira aos Palácios de Platina – Realidade Cruel
Essa é a Cena (DMN)
Eu Amo Você (Função RHK)
Exilado Sim, Preso Não (Dexter)
Facção Central (A Marcha Funebre Prossegue)
Gog 2000
Guerreiro, Guerreira (Helião e Negra Li)
Jogar pra Ganhar (Rosana Bronks)
KL Jay na batida Vol. 3 (Equilíbrio a Busca)
Mais Loco que o Barato (Inquérito)
Mais Romântico – A Família
MMII DC – 2002 Depois de Cristo (509-E)
MV Bill 2000
Nada Como um Dia Após o Outro Dia (Racionais MC's)
Não Dá Nada se Der é Pouca Coisa (Cirurgia Moral)
Noiva do Thock (Visão de Rua)
Non Ducor Duco – Kamau
O Espetáculo do Circo dos Horrores (Facção Central)
O Rap é Compromisso (Sabotage)
O Show Deve Continuar (SNJ)
Prova Cabal (Cabal)
Rappin Hood (Sujeito Homem)
Renascendo das Cinzas (Sistema Negro)
Saída de Emergência (DMN)
Sombra & Bastardo (Sombra & Bastardo)
SP Funk (Lado B do Hip Hop)
Sujeito Homem Vol. 2 (Rappin' Hood)
Tá pra Nóis (SP Funk)
Tarja Preta (GOG)
Tem Cor Age (Z'Africa Brasil)
Thaide e Hum 2000
Traficando Informação (MV Bill)
Trutas e Quebradas (U-Time)
Um Segundo é Pouco – Inquérito
Vinda a Cura (Apocalipse 16)
Xis 2000

Melhor Grupo ou Artista Solo:
509-E
A Família
Apocalipse 16
Black Alien
Cabal
Cirurgia Moral
Criolo Doido
Da Guedes
DBS e a Quadrilha
Dina Di
DMN
Facção Central
GOG
Helião e Negra Li
Inquérito
Jigaboo
Kamau
Lou
Marcelo D2
MV Bill
Racionais MC's
Rappin' Hood
Realidade Cruel
RZO
Sabotage
SNJ
Sombra & Bastardo
SP Funk
Thaíde e DJ Hum
U-Time
Viela 17
Visão de Rua, SNJ
Xis

Melhor Grupo ou Artista Solo Feminino:
Anfetaminas
Gueto Z/O
La Bella Máfia
M.I.N.A.
Nega Gizza
Negativas
Negra Li
Rúbia
Tina
Visão de Rua
Zhamp


As Grandes Revelações:
3 um Só
509-E
A-286
A Família
Ao Cubo
Apocalipse 16
Atitude Feminina
Black Alien
Cabal
Clã Nordestino
Código Fatal
Criolo Doido
Da Guedes
DBS e a Quadrilha
Esquadrão Zona Norte
Função RHK
Grupo CTBA
Inquérito
Inumanos
Jamal
Kamau
Lindomar 3L
Lito Atalaia
Mzuri Sana
Parteum
Pentágono
Polêmica
Quinto Andar
Realistas NPN
Relatos da Invasão
Renegado
Rosana Bronks
Simples, Nitro Di
Slimrimografia
SNJ
SP Funk
U-Time
Voz sem Medo
Xis
Z'Africa Brasil

Melhor Música:
A Fuga (Xis e Escadinha)
Alívio (Apocalipse 16)
Amor Sentimento Abstrato (Sombra & Bastardo)
Babylon By Gus (Black Alien)
Castelo de Madeira (A Família)
Dia dos Pais (Inquérito)
Dr. Destino (Da Guedes)
É o Crime (GOG)
É o Terror (GOG e Aliado G)
Enxame (SP Funk)
Eu Amo Você (Função RHK)
Exército do Rap (Helião e Negra Li)
Fênix (Dexter)
H Ponto Aço (DMN)
Inimigo é de Graça (U-Time)
Jaçanã Picadilly (Relatos da Invasão)
Jogo da Vida (Da Guedes)
Menino do Morro (Facção Central)
Minha Autoria (Mano Reco)
Não Dá Nada se Der é Pouca Coisa (Cirurgia Moral)
Negro Drama (Racionais MC's)
Noiva do Thock (Visão de Rua)
O Espetáculo do Circo dos Horrores (Facção Central)
O Show Deve Continuar (SNJ)
Pequenos Homens (Viela 17)
Pirituba Parte 2 (RZO)
Poesia de Concreto (Kamau)
Prepare as Algemas (A-286)
Qual É (Marcelo D2)
Quando o Pai se Vai (GOG)
Quem Vai (Cabal)
Rosas (Atitude Feminina)
Se Tu Lutas Tu conquistas
Senhorita (Motirô)
Só Deus Pode me Julgar (MV Bill)
Só Mais um Maluco (MV Bill)
Soldado do Morro (MV Bill)
Sonho Meu (Xis)
Sou Negrão (Rappin Hood)
Tsunami (Realidade Cruel)
Um Bom Lugar (Sabotage)
Um Segundo é Pouco (Inquérito)
Us Guerreiro (Rappin' Hood)
Us Mano e As Mina (Xis)


Melhor Produtor Musical:
Ariel Feitosa
Basa
Bastardo
Capo
Daniel Ganjaman
Diogo Santos
DJ Cia
DJ Dico
DJ Hum
DJ Jamaika
DJ Luciano
DJ Nato
DJ Raffa
DJ Regis
Duck Jam (Pato)
Duck Jay
Edy Rock
Erick 12
Fábio Macari
Jimmy Luv
KL Jay
Munho Z (Prof. M.Stereo)
Nitro Di
Parteum
Rodrigo Loli
Zé Gonzáles


Melhor Demo Masculino:
3 Preto
A Família
Amizade é coisa séria (Vozes do Gueto)
Aprendiz de Partideiro (Maloka)
Assim que as Pretas Gosta (Visão da Favela)
Ausência de um Pai (Elemento S)
Brasilidade (Dyskreto)
C4
Castelo dos Loucos (Kapella)
Ciência Rimática
Comunidade Racional
Conseqüência
De Sanca à Sampa (Liu MR)
Discípulo Sem Cerimônia (MC Adikto)
Don Negrone
Escovinha Miliano
Fator Ético
Fé em Cristo (Manuscrito)
Gírias Nacionais
Gueto (Paradigma)
Imaginários
Juízo Crítico
La Raza Brasil (Los Zombres)
Matemáticos
Matéria Rima
Negro (TM Clã)
NegroAtivo
Neguin (Contenção)
OBando
Odisséia
Onde For (Gasper)
P10
Pânico Brutal
Pentágono
Prostituta (Nega Gizza)
Rapzodo
Resistência
Simples
Tito
Todos Iguais (Rafuagi)
Tribo do Gueto


Melhor Demo Feminino:
Afronordestinas (AfroNordestinas)
Alessa
Ana Paula
Anastácias
Cada Dia (Lica)
Edd Wheeler
Erga a Cabeça (Legítimas)
Eu Digo Não (Mariana Rangel)
Harmatã
Livia Cruz
Livre Ameaça
Manu Valdez
Me Garanto (Karol Conká)
Mel e Dendê (Livia Cruz)
Memória (Ideologia Feminina)
Minha Cor (Vera Veronika)
Mulher de Atitude (Mulheres de Atitude)
Nunca Mais (Poetizas)
Odo Iya
Oração Subordinada (Tuninha MC)
Pode ser (Dacal)
Repara+Ações (Negras Ativas)
Rio Sul (Fly)
Rosas (Atitude Feminina)
Sobrevivendo nos Guetos (Vocábulário D'Blu)
Sobreviventes (JC)
Tira o Zóio (Minas de Ouro)
Vem com A-Tal (A-TAL)
Viemos pra Vencer (Sagrada Profecia)
Você Pode Sentir (Dama Lu)


Melhor Videoclipe:
78 (Retrato Radical)
A Noite (MV Bill)
Apresento o meu amigo (Thayde e DJ Hum)
Babylon By Gus (Black Alien)
Brasil com P (GOG)
Caboclinho Comum (Thaíde)
Castelo de Madeira (A Família)
Cavalo Sem Dono Selvagem (GOG)
Chapa Lupa (Sandrão)
Chapa o Côco (Xis)
Chegou o Verão (Motirô)
Depressão (Nega Gizza)
Desabafo do Trabalhador (Império Negro)
Dia de Visita (Realidade Cruel)
DJ que é DJ (DJ Marcelinho)
Dogão é Mau (Dogão)
Exército do Rap (Helião e Negra Li)
Gimme the Power (Pavilhão 9)
Grito de Liberdade (Nação Maré)
Guerreiro, Guerreira (Helião e Negra Li)
H Ponto Aço (DMN)
Jazz D’Jango (Higo Melo)
Loadeando (Marcelo D2)
Mente Engatilhada (Visão de Rua)
Polegar Opositor (Inumanos)
Pra Cima (Thaíde)
Prostituta (Nega Gizza)
Provérbios 13 (509-E)
Qual É (Marcelo D2)
Qui nem Judeu (DBS e A Quadrilha)
Rap é o Som da Paz (Rappin' Hood)
Respeito é pra Quem Tem (Sabotage)
Respeito Oriental (Sandrão)
Sangue Bom do Gueto (Vini Max)
Se Virá Virô (De Conceito)
Seja como for (Xis)
Senhorita (Motirô)
Sexta- feira (Doctor Mc’s)
Só Deus Pode me Julgar (MV Bill)
Só os fortes
Soldado do Morro (MV Bill)
Sou Negão (Rappin Hood)
Suburbano (Rappin' Hood)
Tem Cor Age (Z'Africa Brasil)
Us Guerreiros (Rappin' Hood)
Us Mano e As Mina (Xis)
Vida Loka Parte 2 (Racionais MC's)


Melhor Artista Gospel:
3 RG
Alternativa C
Antídoto
Ao Cubo
Apocalipse 16
Atalaias
Banca DK
Conceito Sagrado
Consciência e Verdade
D’Cristo
DJ Alpiste
Gênesis
Isaias Júnior
Lito Atalaia
Mano Reco
Manuscritos
Márcio Attack Versos
O Pregador
Parábola
Professor Pablo
Provérbio X
R.E.P
Relato Bíblico
Saqueadores
Sexto Sello
Soldados de Cristo
Tina
X-Barão


Melhor Crew de Break:
Aliados Force Crew
Black Spin Crew
DF Zulu Breakers
Die Hard Crew
Estilo de Rua
Sampa Masters
Stil Contact Break
Street Breakers
Street Dance Cristo Vive
Street Som
Style Crew


Fonte: Assessoria Rap Nacional