terça-feira, 23 de junho de 2009

Canção Do Eminem é usada como inspiração para assassinato


Um norte-americano matou a sua própria família e decidiu culpar o rapper Eminem, noticia a imprensa dos EUA. O caso remonta a Maio passado, mas só agora foram tornados públicos alguns dos detalhes do crime.
Michael Miller, de Glendale, Arizona, confessou à polícia ter esfaqueado até à morte a sua mulher e a sua filha de 10 anos. O único sobrevivente foi o filho Brian, com apenas 4 anos, que não morreu apesar de ter sofrido 11 facadas.
O homem de 29 anos disse às autoridades que recitou a letra de uma alegada canção de Eminem. No entanto, as frases «Here comes »Satan, I'm the anti-Christ, I'm going to kill you não constam de qualquer de qualquer tema oficial do rapper.
Miller alega que foi possuído por forças superiores e que pensou que a mulher era um demónio. Depois de cometer o crime, o homem ligou calmamente para o número de emergência e relatou o sucedido.
O tribunal deverá agora julgar o norte-americano com duas acusações de homicídio qualificado e uma de tentativa de homicídio. O filho, Brian Miller, continua a receber tratamento hospitalar.

Esta não é a primeira vez que letras de canções de Eminem estão na berlinda, depois de em 2001 um adolescente de 17 anos se ter suicidado e ter deixado a letra do tema "RAlinhar ao centroock Bottom", do rapper, escrito na carta de despedida.

By Central do Rap

2 comentários:

  1. acho q isso naum tem nada haver a pessoa naum fez por causa da musica nem como inspiração ela fez pq naum tem consciencia do faz e nunca vai ter fez pq é um assassino uma pessoa ma e desagradavel, e é muito chato culpar outras pessoas q nem tem haver com o assunto, tipo e facil fazer e botar a culpa na musica de alguem ou em alguem e é muito dificil assumir a culpa.

    ResponderExcluir
  2. Gaby, não se pode culpar outra pessoa por um crime mas, infelizmente uma música consegue influenciar muitas atitudes de um indivíduo, seja para o mal ou bem. Por exemplo, hoje sou ex raper, meu vugo era Motivo One Moon, mas a muito tempo escrevi uma letra e produzi sua base, onde o enrredo era uma carta de adeus, descrevendo a "minha miséria" por não ter conseguido ser alguém e nem dar o que minha família merece, na época eu tinha apenas um filho de 3 anos, e estava sempre tendo brigas com minha esposa, bebendo e caído em depressão, a base infelizmente ficou muito "boa", a letra estava muito bem encaixada, enfim, tudo com muita qualidade em termos de áudio e composição. A sua influência era tão grande que pra se ter idéia, ela começava com a marcha funebre tocada em orgão eletrônico, em seguida 2 tiros, e pra piorar a levada além de ser lenta, era muito depressiva, literalmente, não lembro direito da letra, mas até me chinguei de lixo e outras coisas piores, no final dava adeus e dizia que iria me matar, e foi bem isso que eu quase fiz na época, engatilhei o revólver, coloquei na cabeça, mas na hora Deus (louvado seja), me fez lembrar do meu filho sorrindo e o que seria dele sem um pai, já que era o meu sonho ter e criar um garotinho e também que se eu fizesse isso iria para o inferno, então tirei a arma da cabeça desengatilhei e joguei na cama longe de mim. Tenho certeza que se eu gravasse e lançasse esta música teríamos algumas notícias de suicídio por aí, principalmente as pessoas em depressão. Apesar disto, de saber que uma coisa tão maligna existiu através das minhas mãos, já faz me sentir tão mau, mas louvo a Deus por não ter gravado esta música em cd, pois estas horas sabe se lá o estrago que poderia estar fazendo.

    ResponderExcluir