terça-feira, 28 de janeiro de 2014

MCK fala sobre os "Beefs" as tretas do Rap Angolano


O MCK ontem publicou em sua pagina oficial no facebook, sobre os "Beefs", as tretas do rap angolano, ele diz que não intende porque os rapper dão importância a coisas que os separam em vez de se apegarem a coisas que os unem .. e ainda da uma alfinetada com extrema razão, pois os fãs ficam nas redes sociais fomentando estes fatos.. isto também vale para o Rap Brasileiro.


"MCK, fechado para beefs"

O que será que leva os Rappers a valorizarem mais o que nos separa em relação aquilo que nos une? O que leva os internautas a comentarem e fomentarem Beefs, e ignorarem completamente assuntos de vital relevância colectiva?

Luanda já é a cidade mais cara do mundo, e a nova Pauta Aduaneira fará questão de agravar a situação, será que os Rappers sabem disso?
Depois das mortes de Cassule, Kamulingue e Ganga, a Policia Nacional voltou a matar na Comarca de Viana, será que os Rappers sabem disso?
Desapareceu um Návio Petroleiro no nosso Mar, será que os Rappers sabem disso?

Bem, considerando o sentido investigativo dos meus Manos MCS, eu acredito vivamente que sabem destas coisas todas, porém, não representa prioridade nas suas abordagens, pois, as coisas que nos separam são mais fortes, e os manos escolhem o Beef como prato principal. São todos número " um" de alguma coisa!

Ora vejamos, os lindos exemplos que a natureza nos oferece diariamente manos e manas:
-até mesmo o Mar que é salgado, não rejeita os Rios...
- na Física, os opostos atraiem-se e os iguais repelem-se...
- não existe Jardim bonito com rosas iguais...

Caso as minhas frases não forem suficientes para deixar aqui uma mensagem de apelo a unidade do Movimento Hip Hop, finjam apenas que conhecem Nelson Mandela e valorizem a suas lições de respeito e valorização da diferença.

Dia 16 de Fevereiro lanço o Preservativo "Bom Péru" e dia 16 de Março farei o meu Primeiro Grande Show.

Não quero Beef com ninguém, estou a contar com todos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário