segunda-feira, 23 de março de 2015

Intolerância e Apropriação #PoesiaPeriferica

Foi nos dito no pós Escravidão
que teríamos paz e liberdade
com passar do tempo não vimos isto não
tivemos intolerância e desigualdade

Mal tivemos onde morar
estudar..? era um sonho
só nos ensinaram a rezar
para nos dominar suponho

Cantar samba era proibido
uns diziam que era "macumba"
e outros que aumentava a libido

Nossa liberdade foi sitiada
nossas vidas controladas
nossos avós fizeram de tudo 
pela ascensão desejada

Tudo que vinha do preto 
era demonizado,hostilizado
menosprezado e motivo de zombaria
Respeito e paz era só o que meu povo queria

126 anos de libertação
com muita exploração e apropriação

Eles não gostam de preto,mas adoram nossa cultura

Não gostam de preto,mas adoram samba
diz que preto é malandro,mas na roda de samba 
querem ser os bamba

Não gostam de preto,mas adora um rap
só conhece favela pela tv, ou quando vem 
buscar seu beck

Antes eramos escravizados, hoje..? somos apropriados!



Nenhum comentário:

Postar um comentário