terça-feira, 28 de julho de 2015

7 Mulheres do rap brasileiro que você precisa conhecer #Parte2

Dando continuidade ao post anterior, listei mais 7 mulheres do rap brasileiro que você precisa conhecer, antes de você dizer que faltou alguém veja a lista anterior ou a lista feita pela Issa Paz do blog polifoniaperiferica,(Dina De,Atitude Feminina,Negra Li,Cris do Snj e a Karol do Realidade Cruel não entram nesta lista pois eu vejo que as rappers são bem conhecidas). E como eu disse anteriormente esta lista não é para mostrar as melhores nem as mais conhecidas e sim mc's que talvez não tenha o destaque merecido. confira!







Tássia Reis


Revelação do Hip Hop em 2014, estrutura seu trabalho com fortes influências do R&B, Jazz e MPB. Iniciou a carreira como backing vocal da cantora Clawdia Ejara e fez participações ao lado de Marcelo D2, Rashid, AXL e a banda Mental Abstrato.
Em 2013 deu início à carreira solo lançando o videoclipe  “Meu Rapjazz”, com ótima repercussão e aceitação da crítica. Na mesma época, foi convidada pelo fotógrafo Rafael Kent a participar do projeto Studio62, um registro intimista de uma de suas composições, “Bêbada de Feriado” e recentemente esteve  com os Racionais MC’s, abrindo a turnê de 25 anos do grupo.

A cantora entrou em estúdio para gravar o seu primeiro EP homônimo em 2014 e agora realizará o seu lançamento oficial. Tássia vem acompanhada pela Banda Mental Abstrato, renomada no cenário JazzRap nacional e internacional e recebe neste show os convidados especiais: Sã, Rico Dalasam, Xênia França e Rashid. Entre as canções do repertório do show, destacam-se as composições da cantora, como “Primavera”, “Meu RapJazz”, “Calma Preta”, “Agora que eu quero ver”, “No seu radinho” e “Asas”. A rapper ainda interpreta as músicas “Fever” (Eddie Cooley e John Davenport), “Patrão” e “Vício” (Rashid), “Que bloco é esse” (Paulinho Camafeu) e “No caminho do bem” (Tim Maia)







D'Origem



Formado em meados de 2005 por Meire Mc e Preta Ary, o D’Origem vem se destacando na cena do hip hop por ser um grupo feminino abordando diversos temas abrangentes do cotidiano com muita personalidade e atitude. A partir de 2010 o grupo ganha sua terceira integrante, D’soul, que vem para assumir o seu posto de DJ.

O grupo nasceu do intuito de se expressar através da música relatando suas experiências e trazendo a voz ativa da mulher brasileira e o desenvolvimento como poetizas. Para os ouvintes e amantes da boa música, o grupo D’origem diferencia-se por seus instrumentais trazendo a fusão de outros ritmos e a eloquência das Mestras de cerimônia. As influencias musicais vão desde Rap, o Soul e o R&B, até MPB, Jazz, Bossa Nova, Reggae, Samba, Repente, e tudo que está ligado às nossas raízes ancestrais.














Bella Dona



O Grupo teve início em 2004 , traz a mistura Black reunindo pensamentos, letras e batidas expressivas.

Através da música veio participações como Viela 17, Atitude Feminina,3 Um Só,CTS, Cirurgia Moral, Subconsciente, Voz Sem Medo ,Lívia Cruz entre outros .
Fizeram uma pontinha no filme “Assalto de Fé”, protagonizado por Alexandre, vocalista do Grupo Natirut`s.
Foram vencedoras do Premio Hip Hop Zumbi 2012 como Destaque do ano na categoria Mulher no Hip Hop .
Fizeram parte do livro publicado PERIFEMINAS.
Recentemente Taty se apresentou no Programa Manos e Minas.
O cd novo vem chegando intitulado " A Flor da Pele "com produção do rapper Duckjay .
Fazem parte da banca Kamika-z onde alguns grupos se juntaram para divulgar o trabalho de cada um e a marca que vem trazendo novidades quentes ,ousadas e modernas.
Descrição
Grupo de Rap de Brasília .
O Grupo BellaDona foi fundado pela cantora e compositora Taty, que já tinha história na cultura Hip Hop, juntamente com Dj Janna tem deixado sua marca no Rap Nacional.
Com vocais fortes e impactantes rimam sobre o cotidiano do subúrbio brasileiro, sobre bases que percorrem os estilos Gangsta Rap, Dirty South, Crunk e o Bass (gravão).
O Grupo BellaDona possui sonoridade autêntica e à flor da pele.












TATI BOTELHO 




Cria da zona sul de São Paulo, Tati Botelho (#zicadacatarina) é arteira, urbana e amante da vida. Ganhou destaque no RAP ao mandar seus versos e rimas nos circuitos de saraus e movimentos culturais da cidade. Com a voz forte e marcante, participou da música “Soul Mulher” no projeto "Poesia Samba Soul Convida ELAS", seu primeiro trabalho audiovisual. Tati já participou de importantes eventos da música como o "Festival Percurso" na Coahb Adventista, zona sul de São Paulo, no mesmo palco que Victor da Trindade, Racionais MC's, DJ Hum e outros grandes nomes da música. Participou também da música "Estamos de Volta", lançada no álbum "20 de 40" da família Viela 17 e como uma das atrações no show de encerramento da turnê de 25 anos do grupo Racionais MC's em 2014. A MC faz músicas que resgatam os valores culturais, de forma afetiva, possibilitando a transformação do ser humano, com letras engajadas no compromisso social/cultural e com certeza já colocou a Vila Santa Catarina no mapa cantando o dia-a-dia das regiões e quebradas mais próximas, e mostra a cada apresentação a importância da mulher no movimento HIP HOP.













MC GRA



Mc Gra consolidou-se há alguns anos no cenário rap/hip hop nacional, sendo atualmente apontada como uma das mais importantes representantes desta vertente musical no país.

Lançou recentemente um álbum com profissionais nunca antes reunidos numa mesma produção deste gênero: os dois mais importantes DJ's da história do hip hop brasileiro (KL Jay, da família Racionais Mc's e DJ Hum), Buguinha Dub (Nação Zumbi), entre outros.
Paralelamente à produção do álbum foram lançados dois videoclipes para promoção do mesmo. Ambos obtiveram grande repercussão junto ao público e à crítica especializada, tendo liderado por duas semanas consecutivas o Top 5 do programa Sangue B, da MTV Brasil, além de ganharem recente destaque na grade da MTV UK.
O lançamento oficial do disco “O Jogo Só Acaba Quando Termina” foi realizado, à convite, na Matilha Cultural, em São Paulo. Sua música passou à repercutir internacionalmente, compondo programações de rádios europeias e se posicionando nas paradas ao lado de nomes como MV Bill, Racionais Mc's, Criolo e Emicida.

Em sua turnê atual, Mc Gra conta com a participação de parceiros de caminhada como Negra Li, Mc Marechal, Luís Café e outros.







Odisseia das Flores



O grupo de rap Odisseia das Flores é formado por Jô Maloupas, Chai e Letícia, que desde 2008 focam seu trabalho pela luta à valorização da mulher na sociedade. Com o slogan “Mulheres pensantes que não usam o corpo e sim a mente”, o grupo possui originalidade, postura e protesto como característica principal.

Em 2010 conheceram DJ Dog que já passou por vários grupos conceituados de SP, o mesmo tem uma experiência de mais de 15 anos no Rap Nacional, chega para somar com suas idéias inovadoras deixando esse trabalho mais dinâmico e original.
Em 2014, o Odisseia conta com a participação no back vocal de Vanice Deise, que com sua linda voz deixa as músicas com uma melodia encantadora. As integrantes Jô, Chai e Letícia compõem e interpretam suas músicas, que sofrem influências diversas, do Rap, Reggae, Maracatu, Blues e MPB.

Atualmente, a temática abordada no trabalho mostra que a mulher não precisa usar o corpo como objeto para conquistar seu espaço e respeito na sociedade. Além do trabalho musical, o Odisseia das Flores participa e realiza trabalhos sociais voltados para as comunidades da periferia de São Paulo. Atuando em eventos culturais, atividades em ONG’s e Associações, oficinas de M’C, palestras, debates e a elaboração de projetos sociais e culturais.




Karol de Souza
Karol de Souza é um jovem rapper de Coritiba, residente em são paulo, durante um tempo se apresentou com a Flora Matos, até 2013 lançar seu primeiro trampo chamado a mixtap "Rap até o Fim"



Nenhum comentário:

Postar um comentário