sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

‘TEM PRETO QUE SÓ LEMBRA QUE É PRETO QUANDO É AGREDIDO’, DISPARA MV BILL



Morador da Cidade de Deus mesmo depois de ter se tornado uma figura conhecida , o rapper MV Bill não precisou pesquisar muito para fazer as letras de seu novo EP, ‘Contemporâneo’, que lança amanhã com show no Circo Voador. “Conheço muita gente, pergunto para as pessoas como elas vivem. E sei que muitas pessoas acham que é só na favela que tem traficante ou usuário de drogas. O olhar das pessoas está muito estereotipado”, exclama. O rapper abordou o dia a dia de um garotão do asfalto que trafica drogas em ‘Cêélouco’ e falou da questão policial por vários ângulos em ‘Incursão Policial’. E diz que ele mesmo, quando não é reconhecido, está sujeito a um tratamento “hostil, desdenhoso”, por parte de PMs.
“O racismo, que era latente, vem se mostrando menos velado, né? O Brasil é um país muito racista e que tem que discutir o próprio racismo”, diz Bill, já escaldado com os ataques racistas sofridos recentemente por atrizes como Taís Araújo, Cris Vianna e Sheron Menezzes em redes sociais. “Já sofri isso várias vezes mas nunca levei para a imprensa, nem fiquei de mimimi, porque ao longo da vida nunca cochilei. Desenvolvi várias respostas para quem me ataca, e em especial para quem me ataca racialmente. Deixo o cara numa posição tão esdrúxula que ele vai lá e apaga o post”, garante.
O rapper não se sente muito animado com a possibilidade de levar casos como esses à justiça. “É crime, mas essas leis não prendem ninguém. O cara cai na injúria, paga fiança, sai da cadeia e eu fico na maior dor de cabeça, indo em delegacia. Prefiro responder à altura e se o cara se expôs, a maior pena é a exposição”, conta. “Não torço para que ninguém sofra as mesmas agressões que sofro, porque nem todo mundo tem a mesma estrutura. Mas tem muito preto que só lembra que é preto quando é agredido. E ser preto é um exercício diário. Falo sobre a questão racial toda hora em debates, ou em conversas com amigos. Vejo TV e os diretores parece que gravam na Alemanha. Você vê poucos pretos”.

CONFIRA A MATÉRIA COMPLETA AQUI 
Share this article

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2014 Noticiário Periférico • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top