domingo, 31 de janeiro de 2016

CLIPE - Inquérito em parceria com artistas argentinos, rimam sobre a irmandade latina





Recentemente o grupo Inquérito, formado pelo Pop Black e o Renan, foram se apresentar na argentina, no festival organizado pelo agitador cultural Diego Barreiro, onde o grupo foi o único grupo brasileiro no evento.

Durante sua estadia na terra de nossos Hermanos, o Inquérito conheceu um grupo local de rap e gravou uma musica chamada "Madre Tierra" em parceria com a rapper Malena.


A musica "Madre Tierra" fala da união latina, independente se é preto,branco ou nativo americano, a Malena Dalessi já deixa isto bem claro no começa da musica "não há religião,cor de pele que nos separe".

A letra deste clipe me chamou muita atenção, porque nós brasileiros algumas vezes não nos sentimos latinos, achamos que somos superiores ou diferentes do que nossos irmãos aqui da America do sul e latina em geral, este clipe  meio que estreita esta relação Brasil America latina, como diz a frase do Renan "Brasil e Argentina a luta é a mesma". Pois os problemas sociais são os mesmo, a pobreza e os problemas sociais e politico do nosso pais não é nada diferente de qualquer pais latino e usando mais uma vez um verso do Renan, "Mesma dor mesma causa policia assassina, Mães de Maio, no Brasil,na Argentina".

O clipe e a musica "Madre Tierra" passa um sentimento de união,irmandade e valorização da cultura latina, este verso comum  jogo de palavras do Renan mostra bem isto "Sou da America ,não sou capitão não ... nem do mato nem nascimento,jamais!!!" 
Neste verso o rapper faz um jogo de palavra mostrando que ele é da America, mas não o Capitão America, o "herói" norte americano e muito menos o capitão do mato e nem o nascimento, figuras muito romantizada aqui no Brasil.

ASSISTA O CLIPE



SAIBA UM POUCO SOBRE A CANÇÃO, O CLIPE E O PROJETO "UMA SÓ VOZ"

Credito - Marcio Salata!

Videoclipe é parte do projeto “Uma Só Voz” que começou em Cuba e vai percorrer diferentes países da América Latina
Já imaginou ouvir rap com tango – o ritmo tradicional Argentino? Esta é a proposta da música “Madre Tierra”, gravada pelo Inquérito em Buenos Aires, na Argentina, com participações de Malena D´Alessio e Ramiro Abrevaya.
Com produção musical de Dj Duh (GrooveArt´s), a canção mistura a força das rimas do rap do Inquérito, com instrumentos tradicionais do tango, como guitarra criolla e bandoneon. “A música começou ainda no Brasil, no estúdio do Duh e quando fomos para a Argentina, gravamos as vozes, instrumentos e participações. Foi louco gravar num estúdio onde os caras do tango gravaram também e embora nossa música não seja um tango, ela quis, teve a intenção de inserir esses instrumentos típicos de lá”, contou Renan Inquérito.
As gravações aconteceram quando o Inquérito esteve no país ‘hermano’ para participar do Festival Latinoamericano Del Ritmo, a convite do músico e produtor cultural, Diego Barreiro, que foi quem fez a ponte entre os músicos, conseguindo uma fusão não apenas entre idiomas e países diferentes, mas de estilo.
Para Ramiro Abrevaya, esta foi a primeira experiência com o rap. “Foi uma fusão que funcionou. Foi uma bela experiência. O convite veio do Diego Barreiro, que me escolheu dentre muitos músicos argentinos que ele tinha ouvido, e estar no estúdio, sem um trabalho anterior, foi interessante. Nós nos encontramos lá, eles me mostraram o básico da música e me pediram para escrever e compor o coro. Em poucas horas escrevemos a letra e gravamos. Felizmente eu era capaz de traduzir o espírito que o Renan queria transmitir com a música. Estou muito feliz com o resultado, porque concordo com a filosofia que a canção exprime. O vídeo também ficou bem bonito, é um trabalho bem abrangente”, comentou o músico.

Credito - Marcio Salata!

Outra participação da música foi a da rapper Malena D´Alessio. Filha de um pai desaparecido na ditatura argentina, ela traz para a música toda a crítica social e política ado país. Foi a fundadora do já extingo grupo Actitud María Marta, que esteve no Brasil em 2011 par alguns eventos. Para a canção “Madre Tierra”, fez questão de expressar a força da luta que faz como bandeira, que está diretamente ligada aos direitos humanos, das mulheres e da cultura popular.
Já o material audiovisual teve a direção e finalização de Eddie Silva, do estúdio Grito 33. Ele acompanhou o Inquérito durante toda a viagem e flagrou momentos do grupo no aeroporto, no estúdio, nas ruas da Argentina e também em eventos ligados à música, que são traduzidos nas imagens do videoclipe.
“Uma Só Voz”
A música é parte do projeto “Uma Só Voz”, que busca estreitar os laços musicais entre o Brasil e os demais ritmos da América Latina. A primeira gravação aconteceu em 2015, na cidade de Havana, em Cuba. Na ocasião, o Inquérito gravou com o La Invaxión, que tem integrantes no Caribe e no Uruguai.
A proposta é mostrar o rompimento de fronteiras entre a música independente, promovendo um espetáculo único e inédito, de intercâmbio musical latino. O Inquérito pretende, em 2016, fazer outros trabalhos nesta linha, embora o próximo país a ser visitado ainda não tenha sido definido.
“A América Latina é muito grande e muito rica. O Brasil é o único país de língua portuguesa na região, e é muito importante que consigamos viajar e mostrar nossa música, nossa arte, em outros locais. Foram experiências bem diferentes estar em Cuba e na Argentina. Cada país com suas particularidades, cada músico com seus talentos e isso só exprime o que o rap é capaz: romper fronteiras e traduzir sentimentos”, completou Renan Inquérito.
Share this article

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2014 Noticiário Periférico • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top