quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

M O T U M B Á – Memórias e Existências Negras



‘MOTUMBÁ: EXISTÊNCIA E MEMÓRIAS NEGRAS’ – ANO COMEÇA COM DEBATES E OFICINAS DE DANÇA, MODA, LITERATURA,TECNOLOGIAS E ARTES DE RAÍZES AFRICANAS NO SESC BELENZINHO

Programação da mostra traz cursos gratuitos e bate-papos abertos ao público em janeiro


Se ser um cidadão mais participativo ou aprender novas habilidades artísticas está entre suas metas para 2017, fique atento ao calendário da mostra Motumbá - Memórias e Existências Negras para o primeiro mês do ano.

Se a ideia é conversar e debater sobre temas atuais, a mesa Cultura Marginal: Descentralização, Territorialidade e Quilombos Urbanos(Dia 17/01), parte da série Escambo de Ideias, propõe reflexões sobre a história e a cidade de São Paulo, os seus diversos mecanismos de exclusão social e os artistas marginais dentro deste contexto. A agenda de debates inclui também o bate-papo Representação, Empoderamento e Protagonismo da Mulher Preta nas Artes (31/01), da mesma série, com foco nas produções de artes cênicas e nos estereótipos reproduzidos pela grande mídia.

Já entre as oficinas, o segmento de Dança conta com as aulas de Forças da Natureza: "Passado, Presente, Futuro" (de 13 a 15/01)ministradas pelo coreógrafo americano Clyde Morgan, que trará poemas, desenhos e esculturas como estímulos criativos, incentivando os participantes a examinarem as energias e potências renovadoras e da herança Afro-Brasileira.
O estilo Jongo, dança brasileira de origem africana praticada ao som de tambores, não poderia ficar de fora. E para isso, serão organizadas duas oficinas. Causos e Passos do Jongo (15/01), com Jociara Souza, e Jogue esse Jongo (29/01), com a comunidade Dito Ribeiro, de Campinas.

Dança urbana carioca que virou febre entre os jovens do Brasil inteiro, a Oficina de Passinho (28/01) oferecerá uma aula para representantes de todas as idades, sendo ministrada por ninguém menos que os dançarinos do espetáculo Suave, que também vai ao palco entre os dias 27 e 29, como parte da programação de dança da Motumbá

Até mesmo os entusiastas da moda serão contemplados com as oficinas. Dona Jacira Oliveira comandará as Experimentações Têxteis (10 a 31/01), em quatro encontros que incentivam a criação com tecidos. Já Estéticas afro-brasileiras: como contamos nossas histórias através da vestimentas (12/01 a 2/02), ministrada pela estilista Hanayrá Negreiros, combina práticas e conversas sobre as várias estéticas negras presentes no Brasil.

Com o objetivo de compartilhar os processos de criação do NEGA - Núcleo Experimental de Arte Negra e Tecnologia, de Belo Horizonte, Gil Amâncio e Gabriela Guerra encabeçam as aulas Imersão no Ciberterreiro (31/01 a 5/02) num ambiente inter-mídia que combina a cultura africana,improvisação, além da criação de narrativas sonoras, visuais e coreográficas de tecnologias digitais.

No segmento de Literatura, o Sarau da Kambinda (11/01) é, na verdade, um bate-papo que traz a artista Raquel Trindade e sua família evidenciando o Legado de Solano Trindade com muitas histórias, poesias e música. E, como o próprio nome diz, A Valorização da Oralidade nas Culturas Africanas e Afro-brasileira (11 e 13/1) será uma oficina em que Kiusam de Oliveira reflete os aspectos fundamentais das contações de histórias de modo tradicional, tendo corpo e voz como instrumentos.

Realizada desde novembro, a mostra Motumbá - Memórias e Existências Negras integra diversas linguagens artísticas e ações culturais para apresentar um panorama das poéticas, estéticas e temáticas produzidas e interpretadas por grupos e artistas negros ou periféricos. Até março, ele reúne no Sesc Belenzinho apresentações de teatro, dança, música e literatura, entre outros gêneros artísticos. 
-----------------------

Abaixo, mais detalhes sobre os artistas e a programação de Oficinas e Bate-papos que a mostra Motumbá preparou para janeiro:

OFICINAS DE ARTES VISUAIS

EXPERIMENTAÇÕES TÊXTEIS
com Dona Jacira Oliveira
Elementos mágicos como linha, agulha, tesoura e muita sensibilidade, farão seus papéis direcionados por suas mãos. Existe em nós uma vontade de beleza secular, que está oculta e pronta pra vir à tona. Vamos convidar a alma a falar e será uma festa, uma “kizumbadiaspóricatêxtil”. Serão costurados retalhos de velhos sonhos. Duração: 4 encontros.
De 10 a 31/1, terças, das 14h30 às 17h30
OFICINA I
Não recomendado para menores de 16 anos
Grátis - Início das inscrições: dia 05/01 (quinta) pessoalmente, a partir das 14h, no 1º pavimento.

ESTÉTICAS AFRO-BRASILEIRAS: COMO CONTAMOS NOSSAS HISTÓRIAS ATRAVÉS DA VESTIMENTA 
com Hanayrá Negreiros
O curso alinha a experiência prática e algumas conversas sobre as várias estéticas negras que habitam o Brasil, no intuito de olhar para um passado que não foi legitimado e ecoa em um presente que ainda por descobrir.
De 12/1 a 2/2, quintas, das 19h30 às 21h30
OFICINA III
Não recomendado para menores de 16 anos
Grátis - Início das inscrições: dia 05/01 (quinta) pessoalmente, a partir das 14h, no 1º pavimento.

OFICINAS DE DANÇA

FORÇAS DA NATUREZA: "PASSADO, PRESENTE, FUTURO" 
com Clyde Morgan
A oficina do coreógrafo americano Clyde Morgan consiste na continuação das pesquisas feitas por ele sobre os arquétipos Africanos, a continuidade e persistência das forças da natureza evidentes no mundo cosmológico e cotidiano do novo mundo. Na oficina serão utilizados poemas, desenhos e esculturas como estímulos criativos, incentivando os participantes a ver e examinar as energias e potências renovadoras e atuais da nossa herança Afro-Brasileira. A oficina Forças da Natureza: "Passado, Presente, Futuro", teve um bom êxito ministradas tanto em Nova York quanto na Bahia, com elencos completamente diferentes. Autocrítica e interações dinâmicas serão facilitadas por Clyde Morgan e seus assistentes.
Público Alvo: dançarinos (as), músicos (as), atletas e interessados em performance.
Inscrições: até dia 10 de janeiro, por meio de envio de currículo resumido para clydemorgan@belenzinho.sescsp.org.br 
Os candidatos selecionados serão avisados por e-mail até 11/01.
De 13 a 15/1, sexta a domingo, das 15h às 17h30
SALA  ESPETÁCULO II
Não recomendado para menores de 16 anos
Inscrição - Grátis / Grátis / Grátis

CAUSOS E PASSOS DO JONGO 
Troca de saberes e Vivência com Jociara Souza
Nesta atividade os participantes aprenderão os principais passos e ritmos tocados nesta dança, como também conhecerão um pouco da trajetória de mestres jongueiros e de Jociara Souza - dirigente do grupo de jongo Filhos da Semente, de Indaiatuba (SP).
Dia 15/1, domingo, das 14h30 às 16h30
EXPRESSÃO CORPORAL 2
Livre
Grátis - Entrega de senhas no local com 30 minutos de antecedência.

OFICINA DE PASSINHO
Com o Grupo Suave
Os dançarinos do espetáculo Suave oferecem oficina de passinho para o público de todas as idades. O passinho atualmente é uma explosão cultural na cidade do Rio de Janeiro, dos vídeos postados no Youtube, das Batalhas, das Dancinhas e do sucesso pop do grupo dream-team do passinho. Oriundo do funk carioca, o estilo pode ser considerado um dos primeiros estilos de dança urbana, genuinamente brasileiro. Ele surgiu em comunidades carentes na atual conjuntura pós-UPP, com a democratização ao acesso à internet e dos smartphones. O passinho é antropofágico, se apropria de diversos estilos (frevo, samba, hip-hop, gay dance style) para compor seu repertório de movimento e utiliza as ferramentas digitais de uma forma única e própria para sua disseminação.
Público: interessados em geral.
Inscrições: até dia 24 de janeiro, por meio de envio de currículo resumido para passinho@belenzinho.sescsp.org.br 
Os candidatos selecionados serão avisados por e-mail até 26/01.
Dia 28/1, sábado, das 15h às 18h30
SALAESPETÁCULO II
Livre

JOGUE ESSE JONGO 
Com a Comunidade Jongo Dito Ribeiro
Troca de saberes e vivência com a Comunidade Jongo Dito Ribeiro, de Campinas (SP). Também conhecido como Caxambu, o Jongo é uma forma de expressão que integra percussão de tambores, canto e dança de diversas formas e, dependendo da comunidade que o pratica, assegura a diversidade a valorização dos enigmas cantados e o elemento coreográfico. Nesta vivência os participantes podem conhecer a história da dança e o trabalho realizado na comunidade.
Dia 29/1, domingo, das 14h30 às 16h30
EXPRESSÃO CORPORAL 2
Livre
Grátis - Entrega de senhas no local com 30 minutos de antecedência.

OFICINAS DE LITERATURA

SARAU DA KAMBINDA 
O Sarau da Kambinda traz a artista Raquel Trindade em um bate papo com sua família evidenciando o Legado de Solano Trindade, com muitas histórias, poesias e música. Junto com Raquel Trindade estão seu filho Vitor da Trindade e seus netos Zinho Trindade, Marcelo Tomé, Manoel Trindade e Maria da Trindade transmitindo saberes, a beleza e o encanto da cultura afro-brasileira e muita alegria.
Dia 11/1, quarta, das 20h às 22h
COMEDORIA/APRESENTAÇÃO
Não recomendado para menores de 16 anos
Grátis - Sem retirada de ingressos.

A VALORIZAÇÃO DA ORALIDADE NAS CULTURAS AFRICANAS E AFRO-BRASILEIRA 
com Kiusam de Oliveira
Oficina que pretende ressaltar o valor e lugar da voz e a transmissão dos saberes ancestrais africanos, vozes femininas e masculinas, papeis, o corpo e a corporeidade, refletir sobre aspectos fundamentais das contações de histórias de modo tradicional (com corpo e voz como instrumentos e os próprios instrumentos na contação), bem como diferenciar griots e contadores de histórias. 
Dias 11 e 13/1, quarta e sexta, das 10h30 às 13h30
OFICINA III
Não recomendado para menores de 14 anos
Grátis - Início das inscrições: dia 05/01 (quinta) pessoalmente, a partir das 14h, no 1º pavimento.

OFICINAS DE ARTE E TECNOLOGIA

IMERSÃO NO CIBERTERREIRO 
com Gil Amâncio e Gabriela Guerra (NEGA - Núcleo Experimental de Arte Negra e Tecnologia)
A oficina propõe a imersão num ambiente inter-mídia tendo como base os procedimentos das artes e culturas que emergem no Atlântico Negro e seu diálogo com as tecnologias digitais de som e imagem. O objetivo é compartilhar com os participantes os processos de criação do Coletivo Black Horizonte e experimentar, a partir de exercícios de improvisação, a criação de narrativas sonoras, visuais e coreográficas.
De 31/1 a 3/2, terça a sexta, das 19h às 22h
Dias 4 e 5/2, sábado e domingo, das 14h às 18h
ETA
Não recomendado para menores de 16 anos
Grátis - Início das inscrições: dia 05/01 (quinta) pessoalmente, a partir das 14h, no 1º pavimento.

BATE-PAPOS

ESCAMBOS DE IDEIAS - CULTURA MARGINAL: DESCENTRALIZAÇÃO, TERRITORIALIDADE E QUILOMBOS URBANOS
Com Erminia Maricato Douglas Lesus e Aurélio Prates. Mediação: Juninho.
A mesa propõe pensar a cidade de São Paulo, seus territórios e espaços de resistências culturais. É uma oportunidade também de discutir a história da cidade e os diversos mecanismos de exclusão social e racial herdado por uma cultura eurocêntrica. No plano simbólico da produção cultural, o artista marginal é aquele que se encontra fora do eixo central legitimado, essa posição pode se dar por diversas formas, desde a estética, temática, poética e/ou vocabulário vivenciado pelo artista e/ou coletivo que subverte a lógica do sistema vigente até as condições históricas, políticas, econômicas e geográficas nas quais se encontram.
Dia 17/1, terça, das 20h às 21h45
OFICINA III
Livre
Grátis - Entrega de senhas no local com 30 minutos de antecedência.

Escambo de Ideias - Representação, Empoderamento e Protagonismo da Mulher Preta nas Artes
Com Cristiane Sobral + duas convidadas.
Com mediação de Sandra Campos, a mesa propõe refletir sobre a representação da mulher nas artes cênicas, com o propósito discutir o seu protagonismo nas diversas áreas que envolvem a produção de um espetáculo, desde a direção, a dramaturgia, a interpretação, a temática, o processo de criação, bem como, os estereótipos e personagens reproduzidos pela grande mídia.
Dia 31/1, terça, das 20h às 21h45
OFICINA III
Livre
Grátis - Entrega de senhas no local com 30 minutos de antecedência.

M O T U M B Á – Memórias e Existências Negras
Data: Até março de 2017
Local: Sesc Belenzinho  
Endereço: Rua Padre Adelino, 1000, Belenzinho, São Paulo (SP)
Agendamento de grupos: pelo email agendamento@belenzinho.sescsp.org.br  ou (11) 2076-9704. Atendimento das 10h às 17h.
Estacionamento: Credencial Plena - Primeira hora: R$ 4,50. Adicional por hora: R$ 1,50.
Outros - Primeira hora: R$ 10,00. Adicional por hora: R$ 2,50. Preço promocional para espetáculos – Credencial Plena:  R$ 5,50. Outros: 11,00.
Share this article

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2014 Noticiário Periférico • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top