domingo, 26 de fevereiro de 2017

Comandado pelo DJ CIA, BeatLoko foi o primeiro bloco de rap no carnaval em SP. será que virou..?


Vamos voltar um pouco em nossa memória, carnaval e rap nos anos 90 eram quase palavras rivais.
O rap era bem conservador na questão de misturar o rap com eventos que não fosse de rap mesmo, e o carnaval de rua tem o esteriótipo de ser uma "Orgia" em cenário publico.
Mas os tempos mudaram, não digo que evoluiu pois não gosto deste termo, mas digamos que o publico do rap passa por uma transição de ideias, pensamentos retrogrado e conservadores.

Mas vamos falar do primeiro bloco de carnaval de rap em Sâo Paulo, apesar de alguns acharam  que o bloco BeatLoko foi o primeiro bloco de rap no brasil, mas na verdade na Bahia ja tem bloco de rap a um tempinho já.

O Bloco BeatLoko leva o nome da produtora do DJ CIA que foi o organizador e o MC (Mestre de cerimonia) do evento.


Confesso que quando me falaram disto eu pensei "rap no carnaval..? num da liga não..." até porque na época a atração confirmada era os manos do Damassaclan, e achei que o publico não ia ser um publico de favela. Porem com o tempo o Line-up foi melhorando e me empolguei a colar no evento, afinal bons grupos e rap de graça não é todo dia.

Cheguei no evento por volta das 4 horas e acabei perdendo a apresentação do Familia 4 vidas, Karol, Drika e Stefani, do 5 pra 1, quando meus parça e eu achamos o bloco já era passado de 5 horas, deixa eu explicar uma parada não tinha palco era um trio elétrico, então ele não fica parado.

Quando achamos estava tocando um Trap pesado do Correria e fiquei surpreso, porque o publico que seguia o Trio era de pessoas do RAP e pessoas que saíram de sua quebrada pra colar num bloco de carnaval.
Foi muito loko ver geral se divertido e curtindo as musicas, pois a mesma pessoa que cantava as musicas do Rincon, cantava a do Nocivo a do Dexter, Edi Rock e do RZO.
A unica critica que eu tenho é o tempo dos artistas deram 1 horas pro para o Costa Gold, Haikass e o Chayco e 15 minutos Pra Karol, Drika e a Estefani que veio logo em seguida.

O Bloco BeatLoko foi seguido por aproximadamente 50 mil pessoas, sem registro de tretas e qualquer incidente, mesmo quando o Predella iniciou um "BK vai tomar no cú" e o rapper passando uma ideia bairrista dizendo que o berço do rap é SP, como se o BK por ser carioca não pudesse ter uma treta com ele. Que alias ele Predella não fala por SP. 

E não posso esquecer de citar que até os manos que curte um "Bate Cabeça" colaram no evento em peso, os manos do pixo também, tinha gente de todo tipo.
A favela estava no primeiro Bloco de rap em São Paulo.

Fiquei surpreso e ja estou ansioso pelo do ano que vem, claro se houver pois sabemos que nosso prefeito não gosta de pessoas felizes.

Fique com um dos momento do bloco, quando o Ricon Sapiência cantou o seu mais recente sucesso "Ponta de Lança" (verso livre) 

Share this article

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2014 Noticiário Periférico • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top