terça-feira, 16 de maio de 2017

Poesia do leitor - Final feliz não se escreve com inúmeras agressões e cicatriz



Desatei os nos enraizados do preconceito
Inseridos via streaming em cada pensamento
Seu desrespeito com as minas cade seu conceito?
Se auto intitula o rei do camarote que bate no peito
Que o assédio na night é seu único feito
Os atos de rebeldia na busca pela igualdade
Fez com que enxergássemos uma nova liberdade
Final feliz não se escreve com inúmeras agressões e cicatriz
E após a denúncia você falar: Eu nao fiz
Invisíveis diante de uma sociedade construída a submissão
Agora tem a claquete são elas, que dizem: Luz, câmera ação
A cena retratada a cada episódio aqui é de terror mas divulgado nas redes como ficção
Respeitas as minas, pois machistas não passarão

Por Yuri Bonarde