quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Rap Nacional & Sample Nacional - Omnira X Korin Nagô / Ominire-se X Oshosi



E cá estou eu mais uma vez escrevendo sobre Sample. 
Pra quem ainda não esta ligado, no quadro: "Rap nacional x Sample Nacional", mostro um rap brasileiro em que o produtor usou um sample de musica nacional. É um quadro especificamente para valorizar a musica brasileira.
O rap talvez seja um dos poucos ritmos musicais que nos leva a conhecer outro. Pra quem não esta ligado como funciona o Sample é simples. O produtor usa um pedaço de uma musica para produzir um beat de rap. 
Pode ser um trecho falado para se produzir um refrão, um loop da melodia ou até da bateria, tambor ou qualquer instrumento.

A musica em questão é a "Omnire-se" do grupo Omnira que conta com a participação do mc T-Flow, grupo que é formado por: Paty Treze, Juliana Sete, Juliana D'notria e Dj Neew.

Ominra é uma palavra Yorubá que significa Liberdade, a base musical do grupo vem da influência africana da religião que ambas praticam, isto fica bem nítido em todos os trampos das meninas.
"Grito de Liberdade"  é o nome do primeiro álbum do Omnira. 
Por tanto você já entendeu o que significa "Omnire-se" né..? Liberte-se.

O álbum do Omnira ''Grito de Liberdade'' esta no SPOTIFY confiram aqui https://goo.gl/sk2ibF
Ouça Omnire-se:


Dj Neew alem de professor, blogueiro e Dj do grupo, é beatmaker e produziu todas as faixas do álbum "Grito de Liberdade"Nerd curioso como sou, trocando ideia com ele, perguntei qual era o sample da musica "Omnire-se".
Eu na minha inocência estava crente que ele ia dizer que era de alguma música do Fela Kuti (musico, cantor e ativista nigeriano). Disse inocência porque se o grupo tem como base musical e em suas letras, sua religiosidade enraizada na Umbanda/Candomblé, é obvio que seria de algum canto a orixás.

Neew tirou o sample do álbum "Shiré Orishás Èdè Yoruba" do grupo Korin Nagô, o álbum foi lançado em 1974.

Trecho tirado do canal Axé Ancestral.

Um disco com uma excelente gravação, com firmeza na Voz e Coro dos Ogãs e um designer bacana na Capa do LP. Em sua edição original do Selo Musicolor é um disco bem raro difícil de se encontrar o Original. O Ogã que dobra o Rwm é excelente, preciso e criativo. Vadinho canta muito ao estilo dos antigos Alabês, com a voz soando com uma entonação bem "africana" ,ou seja bem próximo ao Yorubá.

A musica sampleada foi a faixa 3 chamada "Oshosi" do lado A, caso inicie no começo do álbum, você pode ouvi-la a partir do minuto 4:36



+ Sobre o Omnira:

Omnira é uma expressão yorubá para liberdade.Nome que Paty Treze, Juliana Sete e Janaina D'Notria escolheram para estampar seus ideais e vivenciar no rap.Compositoras,poetas e mcs desde 1999 e 2002 estão na cena do hip hop demarcando o espaço da mulher no cenário.



Share this article

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2014 Noticiário Periférico • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top