sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Clipe do Stillo Radical retrata séculos de rebeldia negra


“NÃO VÃO NOS CALAR" TEM BEAT TRAP E RACIONAIS NAS COLAGENS


“Como já disse Racionais, nossos motivos pra lutar ainda são os mesmos. Estamos em 2017 e o racismo cria novas formas para manter velhos privilégios. A nossa reação não é novidade, é soma da nossa vida com os esforços de quem lutou no passado para conquistarmos muitas coisas hoje”
, afirma Marc Jay, integrante do Stillo Radical.

O grupo acaba de lançar o clipe “Não vão nos calar”, rap que fala da rebeldia de quem enfrenta o preconceito racial e ocupa lugares que antes eram tidos como reservados apenas para a elite.


“Justiça seletiva tem cor e CEP”
, canta Marc Jay entre o caos sonoro editado por DJ Marcio e os recortes visuais feitos pela Vision Pro. De acordo com Jah Marcos’Rullez, o toaster do Stillo Radical que dá o tom jamaicano em outros sons do grupo, lançar o clipe da música “Não vão nos calar” em novembro, mês da Consciência Negra, tem um significado forte:

“Sabemos que outros grupos e ativistas vão fazer vários lançamentos para marcar a luta negra e a memória de Zumbi dos Palmares, nosso vídeo é mais uma arma nesse arsenal”
, conclui Rullez.
Share this article

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2014 Noticiário Periférico • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top