terça-feira, 7 de novembro de 2017

No mês da consciência negra a Banda Gente apresenta seu primeiro álbum no Rio trazendo a potência da voz da mulher preta


Banda Gente apresenta seu primeiro álbum #SomostodosSilvas no Rio, no mês da consciência negra, com a potência da voz e do protagonismo da mulher preta
O show de lançamento acontece dia 11 de novembro na Lona Cultural de Anchieta

Quase dois anos após o lançamento do primeiro EP intitulado “O Rock está no Ar”, em 2015, tendo apresentado um rock versátil e criativo com toques bem brasileiros, a Banda Gente lança seu primeiro álbum no próximo dia 11 de novembro em única apresentação no Rio. O show acontece a partir das 18h na Lona Cultural Carlos Zéfiro, em Anchieta, a preços populares. #SomostodosSilvas mergulha ainda mais na brasilidade de seus acordes com doses de samba, baião e outras influências regionais. Composições densas retratam as diferentes realidades de uma cidade partida contextualizada pelo olhar vindo de dentro da periferia carioca e fluminense. Em 2016 a banda participou do Concurso de bandas do Programa ZoaSom que colocou o single ''Rede'' (também presente neste trabalho) no primeiro lugar no Festival Talentos da Música Brasileira, na Lona de Jacarepaguá, abrindo as portas para o início da primeira gravação. O disco conta ainda com o auxílio luxuoso do poeta baiano Milsoul Santos, trazendo o poema de sua autoria na faixa homônima ''Pássaro Preto'', com a participação mais do que especial do cantor da banda (também baixadense) Gente Estranha no Jardim, Átila Bezerra, em''Vem e vê'', dos versos da poetisa Renata Abreu em ''Repara'', além da característica e já reconhecida vigorosa presença vocal de Iolly Amancio. Outros destaques também ficam a cargo da sonoridade ritmada da faixa de abertura ''Cólera'', além de ''Samba do Trem", e ''Silvas'' - canção que inspirou o título do trabalho e homenageia o sobrenome mais popular do Brasil. Um dos frutos deste álbum é, sem dúvida, a sua diversidade melódica. Rico em influências plurais e misturas inusitadas, o disco une o peso do rock à energia e sonoridade da música brasileira. Para quem quiser chegar ao show de lançamento cantando o CD do inicio ao fim, os músicos disponibilizam na internet o novo álbum nas plataformas: OneRpDeezerSpotify e I Tunes

''O #SomostodosSilvas é feito de canções orgânicas, um prato que se come pelos ouvidos''  dispara Iolly Amancio, vocalista e uma das líderes do grupo. Os músicos identificam a obra como riso e agonia, dor e poesia onde as 13 faixas revelam a mistura, que não se preocupa em ser rotulada de 'a' ou 'b', como uma das características do som de peso que se faz fora dos grandes centros. Sem deixar de trazer consigo questões que ainda assolam as áreas menos privilegiadas das metrópoles. ''Acredito que fazer com que nosso som circule pela cena do Rio, feito por músicos vindos da Baixada Fluminense; trazendo a frente da banda uma mulher negra levantando temas como racismo, desigualdade social e, ainda por cima, misturando rock com samba e ritmos regionais nordestinos sejam, também, uma forma de resistência cultural'' — conclui a estudante universitária. 

A Banda Gente surgiu em 2011, após um ano de frequentes encontros na casa do casal integrante e precursor do projeto, Wallace Cruz e Iolly Amancio, com seu irmão mais novo Nico Souza, juntamente com diversos amigos que frequentavam sua casa e, entre uma música e outra, falavam sobre suas inquietações. Aparecem a partir daí as primeiras composições autorais e, na sequência, a banda ajusta sua formação produzindo um som que carrega o orgulho de sua negritude e da luta que o ''cidadão comum'' enfrenta na rotina das mais diversas situações do seu cotidiano. Ao longo desses anos o grupo já se apresentou em diversos Centros Culturais como Donana (Belford Roxo), Lonas e Arenas Culturais, Saraus pelo Rio e na Baixada, Festivais de música e espaços como Teatro Odisseia, Teatro Ziembinski e Centro de Referência da Música Carioca.

Em Janeiro de 2017 passaram a integrar o Coletivo de Músicos #BXDnuncaserende que lançou, em parceria com a ONU, o projeto piloto 'Música para Avançar no Desenvolvimento Sustentável' e resultou em um sound book coletânea onde a música ''Rede'' representa a 'ODS 16' no Documentário, com o mesmo nome do coletivo, lançado pela ONU no Cine Odeon em maio deste mesmo ano. A produção tem rodado por diversas partes do mundo e exibida em países como: China, Bulgária e recentemente, no mês de outubro, passou pelo Chelsea Film Festival com a presença de Iolly representando a Baixada em Nova Iorque.

A Lona Cultural Carlos Zéfiro fica na Estrada Marechal Alencastro, 4113 - Anchieta. Ingressos promocionais antecipados a R$10 e na hora a R$20. Ingressos disponíveis online no site da Ticket Mais: https://ticketmais.com.br/evento/view/21386/banda-gente-somostodossilva​ ou nos postos de venda no Rio e na Baixada, Espaço 989 Artes (Tijuca) e Bar Virtude (Mesquita), respectivamente. Para outras informações: (21) 2148-0813. O projeto faz parte do Programa Territórios Culturais RJ/ Favela Criativa, da Secretaria de Estado de Cultura em parceria com a Light e a Agência Nacional de Energia Elétrica. 


Serviço:

Show de Lançamento álbum #SomostodosSilvas - Banda Gente

Data: 11 de Novembro (SÁB)
Horário: 18h
Local: Lona Cultural Carlos Zéfiro - Anchieta
End :: Estrada Marechal Alencastro, 4113



* Álbum #SomostodosSilvas:

SOUNDCLOUD>> https://goo.gl/TKdBhn
GOOGLE PLAY>> https://goo.gl/ExzQNj
Share this article

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2014 Noticiário Periférico • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top