quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

Don L lança seu primeiro disco, “Roteiro Pra Aïnouz vol.3”, em show no Sesc Pompeia


Rapper inaugura narrativa cinematográfica de sua saga em trilogia musical reversa com co-produção de Deryck Cabrera (Emicida, Criolo e Rashid), participações de Fernando Catatau, Nego Gallo, Thiago França, Lay e Diomedes Chinaski e beats de nomes como Leo Justi (M.I.A. e Karol Conká) e Sants
Vindo de Fortaleza e radicado em São Paulo há 4 anos, o rapper Don L lança seu primeiro disco, “Roteiro Pra Aïnouz vol.3”, em show na comedoria do Sesc Pompeia, dia 18 de janeiro, às 21h. Com o lançamento, Don se firma como um dos mais inovadores, ousados e provocadores artistas do rap e da música brasileira atual. No palco, o rapper apresenta-se ao lado de Guilherme Held (guitarra), DJ Roger e Terra Preta (vocais). O show tem participações especiais de Diomedes Chinaski, Nego Gallo e Lay.
Produzido por ele, juntamente com Deryck Cabrera, a obra conta também com pós-produção e mixagem de Luiz Café. Com  9 faixas, o volume inaugura uma trilogia reversa que conta a história da vinda do artista de Fortaleza para São Paulo e homenageia o cineasta Karim Aïnouz. A capa é novamente feita pelo artista gráfico Felipe Felippo com fotos de Autumn Sonnichsen. A direção artística é assinada por André Maleronka, editor-chefe da VICE Brasil.
Pelo que se escuta aqui, foi um percurso bruto, mas também terno e reflexivo, como prenunciava a já clássica mixtape “Caro Vapor: Vida e Veneno de Don L”, de 2013. “RPA3” ainda é o champanhe derramado misturado com sangue no chão, mas hoje a brisa marítima e as ruas que lhe deram seu primeiro flow, no Conjunto São Pedro, em Fortaleza, dão lugar a uma camada de fuligem que, pousada sobre a densidade de suas criações, faz a essência do rapper e produtor vibrar e soar de forma diferente.
Entre estas cinzas de uma São Paulo depressiva, a mesma sede que ganhou projeção nacional com a mixtape “Dinheiro Sexo Drogas e Violência de Costa a Costa” (2007) pulsa em veias e artérias de leão, mas é o coração de gelo que determina a temperatura do brinde. Esse é o cenário da terceira parte do roteiro
Serviço:
Dia 18 de janeiro, às 21h

Sesc Pompéia - São Paulo - SP