quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

“Eu, Oxum”: cantora Héloa lança documentário


Trabalho fala sobre encontro, imersão espiritual e relação com a força ancestral na vida da sergipana 

​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​(Foto: Reprodução)​
 
É Héloa quem está à frente da direção e roteiro do documentário "Eu, Oxum", ao lado de sua mãe, Martha Sales. Produzido de maneira independente, trabalho conta a história de cinco mulheres que são filhas de Oxum, orixá que representa a força das águas doces, e suas conexões com a fé. A direção de arte e fotografia ficaram por conta de Gabriel Barreto e Marcolino Joe.  
Ao todo, são 22 minutos de imagens e memórias do processo individual - e diferenciado - de cada uma dessas mulheres em idade, tempo de inserção na religião e na casa, relações de parentesco e as funções que ocupam dentro desse espaço sagrado, onde Héloa imergiu e se encontrou em sua busca de espiritualidade, força ancestral e reafirmação da mulher negra e sergipana que é. 
A trilha sonora, assinada por Vinícius Bigjohn e Klaus Sena, é totalmente dedicada à Oxum e apresenta o retrato do sagrado feminino, da natureza dos rios e mares. 

Entre as participações de destaque, o Yalorixá Maria José de Santana, responsável pelo "Ilê Axé Omin Mafé".  Conhecida como “Mãe Bequinha”, ela também conta sua história, como a mais antiga "filha de Oxum" do município de Riachuelo, localizado na região do Vale do Cotinguiba, interior do Sergipe.

Assista abaixo: