sexta-feira, 9 de março de 2018

Inquérito lança sexto álbum: Tungstênio


Inquérito apresenta sexto álbum: Tungstênio

Novo trabalho reúne Zeca Baleiro, Tulipa Ruiz, Rashid e outros

(Foto: Diogo Zacarias)

Tungstênio é o sexto e mais afiado álbum da carreira do Inquérito, grupo de rap do interior de São Paulo na estrada desde 1999. O lançamento de 2018 comemora quase duas décadas de dedicação ao Hip Hop e tem 12 faixas, muitas delas com participações nacionais e internacionais. Dentre as parcerias constam Zeca Baleiro, Mato Seco, Tulipa Ruiz, os rappers Rashid, Diomedes Chinaski e Nicole; Luís Travassos, cantor de fado português, o rapper angolano MCK e a cantora neozelandesa LAWN incrementam a lista com outros sotaques e batidas.

Renan Inquérito, fundador do grupo, conta que no processo de escrita das músicas sempre se deparava com a imagem da caneta, e de forma literal ou figurada, o objeto sempre estava presente nas composições deste álbum. De tanto escrever, se deu conta que a peça principal do seu instrumento de trabalho era a bolinha que fica na ponta da Bic. Ao investigar do que é feito o material esférico que dá forma aos versos, chegou ao título do disco: Tungstênio, nome de um metal resistente, duro, versátil e brilhante, como um bom rap.
“Fui caneta sem tinta tentando escrever
ferindo o papel, machucando, até que...
aprendi quando vi a folha rasgada, não existe vida sem carga.”
(Coração de Camarim)

Reconhecido por utilizar a música para transformação e interferência social, Inquérito traz na canção “Anônimos” o coral Somos Iguais, formado por crianças refugiadas que vivem em São Paulo. Como diz o verso de “Histórias Reais”:

“Numa quebrada do Brasil bem perto de você, só muda o sotaque, o CEP e o RG.”



Universidades, presídios e bibliotecas são territórios comuns quando se trata de Inquérito. As letras já foram temas de vestibulares da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), provando a afinidade do rap com a poesia e a literatura. Dessa atenção e dedicação aos temas sociais surgem os versos de Tungstênio, a rima cada vez mais sagaz que declama com sentimento as duras verdades de nosso tempo. Entre algumas músicas do disco, ouve-se a voz de Renan declamando a poesia “Tungstênio”:

“A gente é que nem os metais, tá ligado?
Uns são suave, outros pesa, uns são comuns, outros raros
Mas... tem um que é zika: TUNGS-TÊ-NIO
Duro e pesado, como a realidade.”

Renan, que também é educador, enxerga a arte como ensino e percorre escolas e unidades da Fundação Casa realizando saraus, shows, debates e oficinas. A vivência e troca dão ainda mais realismo à poética do Inquérito, encabeçada por Renan e endossada pela parceria de mais de 15 anos com o backing vocal Pop Black, que também contribui com as letras. As batidas quem comanda é o DJ Duh, que já trabalhou com o Inquérito no álbum Corpo e Alma (2014) e assina produções com Emicida, Kamau, Rashid e outros.

Tungstênio começa a ser espalhado na íntegra na sexta-feira, 9 de março. A partir de 16 de março, Inquérito começa a turnê de divulgação que mostra ao vivo a fórmula imbatível de MC, backing vocal e toca-discos acompanhada do groove do baixista Marcelo Cruz e do peso das guitarras de Gabriel Adorno. As apresentações têm performances poéticas no estilo spoken word, em que poesias são declamadas entre as músicas mostrando a força da oralidade do rap.

Texto por Toni C., escritor, produtor cultural e membro-fundador da Nação Hip Hop Brasil.



Tungstênio (Foto: Márcio Salata | Capa: Pepê Ferreira/Black Magenta)


Disponível nas plataformas digitais. Escolha o player em: https://ONErpm.lnk.to/Inquerito.


Clipes de Tungstênio:
Eaê
Agenda:
16/03 -  Sesc Birigui
21/04 - Sesc Campinas
28/04 -  Caieiras
11/05 - Sesc Ribeirão Preto

Tracklist Tungstênio:
1. Eaê (com Pop Black)                                              
2. Turbulência (com Rashid)
3. Vitrines (com Zeca Baleiro)
4. Barras de Ouro (com Dadona)
5. Lição de Casa (com Tulipa Ruiz)
6. Histórias Reais (com Pop Black, Diomendes e Nicole)
7. Artesanato Eletrônico 2.0
8. Perfume da Colônia (com Daniel Yorubá, Mynda Guevara e MCK)
9. Pega a Visão (com Mato Seco)
10. Anônimos (com Pop Black e Coral Somos Iguais)
11. Coração de Camarim (com Luís Travassos)
12. Cafuné com Caneta (com Pop Black e Lawn)

Ficha técnica:
Produzido, Gravado e Mixado por DJ Duh no estúdio Groove Arts, exceto* **
*Faixas 1, 4 e 10 Produzidas por Marcelo Guerche no estúdio FoxP2
**Faixa 7 Produzida por Pop Black e Dj Duh nos estúdios Black Beats e Groove Arts
Masterização: Maurício Gargel
Direção Musical: Dj Duh e Renan Inquérito
Arte Capa: Pepê Ferreira | Black Magenta
Foto Capa: Marcio Salata
Apoio: Saxsofunny
Produção Executiva e Comunicação: Priscila Prado

Siga Inquérito: Facebook | Instagram | Twitter