quarta-feira, 4 de abril de 2018

Graime e Gordão nos apresentam "Meu sonho á vista" - Confira!


O novo álbum “Meu Sonho à Vista” lançado no final de março é mais um passo muito importante na carreira da dupla Graime e Gordão, de Piracicaba (SP). Após o lançamento do EP "Daqui pro Topo" em 2016, eles retornam agradecendo a todos que correm com eles nesse sonho diário! 


No próximo dia 13 de abril, lá na Estação Cultural em Piracicaba, eles lançam o cd "Meu sonho a vista" num show com vários convidados. E a gente não podia deixar de conversar com eles um pouco sobre essa expectativa! 

NP: Vamo lá, se apresentem, quem são "Graime e Gordão", quanto tempo juntos, e tal.
Graime: Me chamo Luiz Eduardo, e cresci junto do Mateus, tudo começou como uma brincadeira, gravação caseira em casa, e desde então se tornou um hobby, até a coisa ficar mais séria. Dando início em 2016 com o EP "Daqui pro Topo" seguido dos singles: "Que assim seja", "Meu sonho à vista" e "Inimigo Íntimo".

Gordão: Eu sou o Mateus Silva, nós (eu e o Luiz) somos primos e estamos juntos desde sempre. Juntos mesmo, fizemos o primeiro RAP, começamos a nos envolver no RAP, e como dupla Graime e Gordão estamos juntos desde o começo de 2016.

NP: O que é o Rap pra vocês? Digo isso porque toda vez que trombo vocês, sempre estão cercados da galera envolvida no Hip Hop como um todo. Vocês conseguem se imaginar sem a música no dia a dia e tudo que ela trouxe a vocês?

Graime: O Hip Hop está comigo desde a infância, difícil me imaginar sem ele e nem sem as pessoas que ele me aproximou. 

Gordão: O Rap foi onde eu me encontrei, onde aprendi mais sobre mim mesmo, mais sobre os outros, mais sobre a vida, mais sobre como me comportar em público e mais sobre como tratar o próximo como um semelhante saca?
Sinceramente, as maiores amizades que tenho desde que me envolvo no Hip Hop são pessoas do meio do movimento. Como um todo mesmo, meus amigos fazem trabalhos pra mim, eu faço trabalhos pra eles, fazemos rolês juntos, realmente se tornaram minha família sem dúvida nenhuma. E me imaginar sem isso, certamente seria perder 90% de tudo o que sou e faço !

NP: Como vocês definem a música que fazem, que temas costumam abordar? O que a gente pode esperar desse álbum "Meu sonho a vista" ?

Graime: "Meu sonho a vista" é um disco bem versátil, aprendemos muito nesse tempo, e acredito que ele diz "estamos vivos!". Cada tema marca um momento aleatório da nossa vida, e a cada faixa isso se eterniza isso. 

Gordão: Música é algo divino saca? Música é algo que te faz querer ser melhor, te faz se sentir melhor, te traz aquela nostalgia de querer voltar no passado, e é isso que costumamos transmitir, colocar toda a minha vida, a minha VERDADE em cada letra e fazer com que outras pessoas sintam o que eu sinto, se identifiquem com o que vivo !
Esse novo Álbum com certeza é a minha maior realização pessoal, depositei todo o meu amor, e posso afirmar que nenhuma faixa foi em vão, falo sobre amor entre casais, amor entre amigos e família, amor pela vida, amor pelo RAP, e o quão importante é ter pelo que viver e por quem viver.


NP: Manos, acredito que vocês são abençoados demais hahaha por "crescerem" (não chamando ninguém de velho rs), mas crescer de profissionalmente mesmo, em meio a vários monstros do rap de Piracicaba, falo pelos que conheço, Garnet, Peqnoh, o próprio Short, imagino que as trocas de ideias com eles auxilia demais na caminhada. Pensando nisso, o que vocês acham que mudou do Graime e Gordão de "Daqui pro topo" e agora nesse trabalho?

Graime: Muita coisa mudou, eu particularmente ando muito feliz com o que vem sendo produzido, a evolução da equipe toda é notável. "Daqui pro Topo" foi estimulado uma meta e buscamos sempre melhorar pra alcançarmos nossos objetivos!

Gordão: Meus amigos são meus professores, sou fã deles. Garnet é um cara genial, que efetua ideias mirabolantes com uma naturalidade indescritível. Peqnoh é pura emoção e sentimento, e sempre vem com um norte, aponta de maneira certeira, é até difícil descrever.  O Short é o cara do maior coração que conheço, faz o impossível pra sempre nos fazer deixar o nosso melhor em cada faixa. Então posso dizer que tendo amigos assim, amadurecemos muito como PESSOAS, e naturalmente isso acrescentou muito na música... Nesse disco novo, conseguimos ser mais diretos, sem rodeios ! Fora a parte musical que nitidamente foi aprimorada.

NP: Quem tem de participações nesse trampo? 

Graime e Gordão: De beatmakers tem LR Beats, Fejão, Taleko, Morello e Mussum Beats, de MC's MotoTreta na faixa "Nem me envolvo", Aleph Leite na faixa "Voltar pra casa chefe", Rafael Martins na faixa "Meu sonho a vista" e Daniel Garnet na faixa “Nois é o bicho”. 

NP: O album "Meu sonho á vista" é um sonho eu imagino. Sempre tem algum som que a gente se apega mais, qual é o som que cada um gosta mais? hahahhaha é tipo escolher entre os filhos que mais ama, mas vão lá. 

Graime: Todas hahah minha maior aposta é na faixa 4 "Não dá mais".

Gordão: Fica muito difícil de selecionar só uma, por que é meio que impossível escolher uma só, mas eu como sou muito coração, escolho 3 delas: “Nem me envolvo” , “Noiz é o bicho”  e “Voltar pra casa chefe” que tem a participação do meu “irmão” Aleph Leite, que também é apresentador da Batalha Central.

NP: O que vocês tem achado mais legal em tudo isso que estão vivendo? Já estão onde queriam estar? O que podemos esperar de Graime e Gordão nos 'próximos tempos?

Graime: Todo processo até chegar no show me encanta. Nosso sonho não termina, nosso sonho só se renova, e geral pode aguardar muitos sons e clipes bem trabalhados.

Gordão: O carinho do público, como um todo é o mais interessante, desde familiares, amigos próximos e distantes, e até pessoas que nem temos contato. Recebemos muitas mensagens, é isso só nos fortalece e mostra o quanto tudo que temos pra falar também serve pros outros.
E sinceramente estamos bem longe de chegar onde queremos... ainda falta muito, muito mesmo, porque a meta ainda é o TOPO. 
E já estamos trabalhando nos clipes das músicas do disco, e escrevendo algumas outras faixas para próximos lançamentos. Sem contar o trampo do Classe na Pista que não para (O Classe na pista é a junção de Graime e Gordão, Daniel Garnet e Peqnoh juntamente com Aleph Leite, Short e DJ Igor que é o DJ de Graime e Gordão). 

NP: Deixem um salvão pros leitores.
Graime e Gordão: Desde já queremos agradecer a cada um que acessou, apoiou, ouviu, gostou, criticou, tudo isso nos faz crescer !



O topo é nosso, só cabe a nós ir buscar o nosso lugar de direito. 
Avisa lá que Nois é o bicho!