quarta-feira, 18 de abril de 2018

Mente Nativa lança 'De repentemente' com linhas sobre a zona norte do Rio de Janeiro


Que a Penha é o bicho, o Rio de Janeiro já sabe. Pensando nisso, o grupo Mente Nativa preparou seu primeiro álbum, abordando a temática suburbana e toda as vivências que “a pista” oferece a jovens que preferem a noite para se divertir.

Na contramão das faixas mais comerciais, os MC’s Tchelo e Gudi se uniram ao beatmaker Losscar e o DJ Benhur, gravando 11 faixas embebidas em temas sensíveis e essenciais como o respeito aos mais velhos, criminalização do pobre, elitismo e os tão comentados racismo e machismo.

Ao invés de buscar um formato mais comercial, o MenteNativa persegue um trabalho sólido e voltado para o que seria a essência do grupo. Prova disso são as escolhas de participações (os chamados “feat’s”), feitas junto de artistas que acompanham a história do grupo: Tabet Mina de Fato, Isaac ZO, F2L, Tigrão Big Tiger e Gonz.


O álbum foi lançado neste domingo (15) e está disponível no YouTube (goo.gl/bY1b24) e Spotify (goo.gl/SWh2cW).

O grupo já coleciona uma série de apresentações, como a Batalha 50Cent, Combate dos Mc's, Roda do Ipase, Roda da Pereira da Silva, Roda da Vila Kennedy, Roda da Cidade Alta e outras. Em 2016, com apenas duas músicas lançadas, o grupo também se apresentou na Batalha do Real, representando a Penha no meio de grandes artistas conhecidos na cena do rap nacional.

Para marcar o lançamento de 'De repente mente', o grupo fará um show no dia 28 de abril jogando em casa: a Arena Carioca Dicró. O evento, 'Leopoldina Hip Hop', terá ainda batalha de rima e diversas outras atrações.

SERVIÇO
Lançamento 'De repente mente'
MenteNativa Rap