domingo, 27 de maio de 2018

3º CAMPEONATO INDEPENDENTE DE RIMAS RLN - BH/MG


CAMPEONATO DE RIMAS RAP LADO NORTE

No dia 28 de maio inicia o 3º Campeonato Independente de Rimas da RAP Ládo Norte.

Criado por Pedro Castelo Branco - PC, Da Lua, Rodrigo, Vitamina, Dom Polaco, Vasto, Kalua, Teusar, Bagulhões, Sidarth, Úes e Tampa a organização RAP Ládo Norte iniciou em 2014 com o objetivo de promover e dar suporte aos movimentos independentes de batalhas que aconteciam na Zona Norte de Belo Horizonte.

Na época, como o crescimento da descentralização destes movimentos, dezoito batalhas integravam a organização e todos os dias da semana havia mais de um encontro de MC’s acontecendo em um dos bairros da ZN. Tecendo a função de incubadora, o RLN se responsabiliza em buscar parcerias para fomentar o projeto, e cuida do cronograma e divulgação latu senso de cada evento.

No entanto, devido à falta de incentivo financeiro capaz de garantir o sustento do coletivo e suas propostas, começou a haver uma rotação de diretores e membros dentro do RAP Ládo Norte. Atualmente a organização produz dez batalhas dentro da ZN que vem sendo realizadas fora da periodicidade intensa de 2015 e cinco que estão inativas. Além dos percalços econômicos pode se citar alguns impostos pelo próprio poder público, que é o caso da Batalha de Justinópolis.

Mas como o Hip Hop é símbolo de resistência, a RLN tem ampliado os horizontes e começa a agregar batalhas da Região Metropolitana e cidades vizinhas, por exemplo Timóteo, Pedro Leopoldo e São José da Lapa. E neste processo de amadurecimento da organização, a diretoria começa a investigar caminhos possíveis para institucionalizar o projeto afim de possibilitar a estruturação destes movimentos necessários para a consolidação da democracia e reconhecimento da identidade cultural dos jovens de periferia.

É sabido que as batalhas de rimas é uma expressão oriunda da cultura Hip Hop que teve início nos anos 70 nos guetos de Nova York. A população das periferias estava vivenciando vários problemas sociais relacionados, principalmente, ao processo de invisibilidade destes locais e respectivamente seus indivíduos pelo Estado. Com isto era nítido o grande consumo de drogas, crescente índice de violência, falta de perspectiva de melhor qualidade de vida, racismo, entre outros.

Então, neste cenário conturbado a população jovem, em sua maioria negra, começa a ocupar ruas através de suas manifestações culturais como forma de lazer e protesto. Nestes movimentos era perceptível a presença da dança – Breaking-, do MC que proferia sua poesia à capela ou em cima de bases instrumentais repletas de graves tocadas pelo DJ. E por fim, o Grafite se incumbia de registrar artisticamente essas manifestações. Pronto, estava criado o Hip Hop, união destes quatro elementos culturais.

A batalha de rimas não é um acontecimento novo, ela é oriunda do movimento Hip Hop e carrega consigo a mesma resistência política que impulsionou essa cultura nos anos 70. Porém, mesmo abordando temas da época como violência, uso de drogas, racismo, extermínio dos povos negros e entre outros, os discursos ganham nova roupagem e não são retrógrados pois tem o poder de se reconstituírem através da busca por novos interesses.

Por tanto, no intuito de condizer com a essência de resistência presente na Cultura Hip Hop a Organização Rap Ládo Norte inicia o 3º Campeonato Independente de Rimas. Nesta edição conta-se com a parceria espacial do Projeto Biqueira Cultural – Biblioteca Itinerante que funciona através de trocas e doações de livros e tem por objetivo semear o acesso à literatura e fomentar a leitura nas periferias da Região metropolitana de Belo Horizonte –.

A Biqueira Cultural assume o papel de incentivar o acontecimento das batalhas de conhecimento não apenas no campeonato independente, além de facilitar a entrada da literatura nestes movimentos marginais. E como há registros do crescente uso de maconha por parte da população brasileira, e de forma indiscriminada pelo público que acompanha das batalhas e duelos de rimas, a Biqueira fará campanhas de conscientização sócio-política sobre a legalização da maconha.

O campeonato Independente de Rimas RAP Ládo Norte inicia no dia 28 de maio e a data da final está prevista para o dia 22 de julho. Ao todo serão realizados nove seletivas entre as batalhas da região inseridas no coletivo, e os ganhadores disputarão a final no Centro Cultural Venda Nova. O grande campeão fica classificado para disputar a final do Campeonato Independente Estadual, além de levar para casa o troféu, um ensaio fotográfico e uma premiação de incentivada pela Biqueira Cultural no Valor de R$ 200,00.

O vencedor do campeonato de 2017 foi o MC Maomé e defenderá o seu título na final deste ano. A programação completa você acompanhar nas redes sociais da organização RAP Ládo Norte e da Biqueira Cultural.