sábado, 2 de junho de 2018

Conversamos com o responsável pelo vídeo que chamou a atenção nas últimas semanas. Confira!


Durante as últimas semanas, o vídeo abaixo circulou as redes sociais e chamou atenção pela qualidade das crianças rimando. Portais e artistas compartilharam o vídeo que nos encheu de alegria numa época que o rap "adulto" tem nos trazido algumas inquietanções.



Pensando em conhecer mais sobre quem são essas crianças, nós conversamos com José Roberto, o Robertinho, idealizador do projeto. 


NP- Por favor se apresente, diz pra nós um pouco mais sobre qual sua caminhada no Hip Hop? É um projeto que você faz com as crianças o vídeo né? Conta mais pra gente também. 

Salve...sou o Robertinho Filho do Céu,  daqui da Cidade de São José do Rio preto - SP, desde criança/adolescência eu ouvia Rap por causa de um Padrasto de um amigo meu na época. Eu e esse amigo ficava ali brincando e um dia esse padrasto dele colocou a música do Racionais "Fim de semana no parque" e fez questão de nós mostrar e tal, e a partir daí comecei a ouvir Rap, ia na feira com minha mãe e sempre pedia pra ela comprar uma fita(cassete) de Rap pra mim. Depois na escola conheci outros meninos que curtiram Rap, aí passei a conhecer as músicas "Nomes de meninas" ,do Pepeu, " Nada pode me parar" do Thaide. Aí tinha um programa na MTV chamado:" MTV YO Raps apresentado por KL Jay, passava vários clipes, e comecei me aprofundar mais em conhecer outros grupo, enfim. Aí aqui perto de casa tinha oficinas de Hip Hop, e em meados do ano 2000 eu comecei a fazer as aulas e comecei conhecer realmente a história da cultura Hip Hop e me identifiquei ainda mais e com uma vontade imensa de me expressar comecei a escrever minha primeira música, etc...isso no ano 2000 , em 2003 eu já estava cantando. Fiz parte dos grupos: "A liga"( Integrantes: Robertinho, Ana Paula, Dimas, DJ Basim) e do Grupo "Química Perfeita"(Integrantes: Di, Robertinho, DJ Paulinho). Fizemos algumas apresentações em outras cidades (Porto Alegre, Rio de Janeiro, São Paulo). Por circunstâncias da vida, trampo, família etc, os grupos pararam (MAS SOMOS GRANDES AMIGOS ATÉ HOJE), e segui carreira solo, em 2015 consegui gravar meu primeiro CD intitulado "MINHA HERANÇA". Hoje faço parte também de um coletivo de colecionadores de Rádios(Boombox) e militantes da cultura Hip Hop chamado: BOOMBOX BRASIL CREW, tem integrantes de diversos estados do país, dentro desse coletivo temos os 4 elementos da cultura Hip Hop (Break, Dj, Rap, Graffiti). E nessa caminhada, eu ja cansado de ver os jovens morrendo, indo preso, crianças crescendo sem referências, com valores distorcidos, sem cultura etc,  eu sentia no coração vontade de fazer algo, sempre quis fazer algo aqui no Bairro, e Deus que conhece nosso corações ouviu minhas preces. E eu ensaiando aqui no quintal de casa, meus sobrinhos com alguns amiguinhos começavam cantar junto, aí outras crianças passavam na rua soltando pipa etc, paravam no portão e ficava vendo "noiz" cantar, e aí eu chamava eles pra cantar junto. Fui gravar meu primeiro clipe em 2014 e muitos dessas crianças viram a gravação, depois fiz um evento de lançamento aqui no bairro, e aí várias crianças colou no evento, aí aconteceu que eles estendiam a mão em direção ao microfone e pedia pra cantar, e foi aí que realmente tive esse discernimento, essa percepção:" Pô ganhei a atenção da mulekada", e senti no coração de começar me reunir com eles e partilhar um pouco da minha experiência, e foi aí que nasceu a oficina de Rap com as crianças e adolescentes, nosso nome é: " UniVersos ", são crianças de 8 à 14 anos, atualmente somos no total de 20 pessoas. E graças a Deus está fluindo, eles estão criando, estão evoluindo, se conscientizando, pois o trabalho não é só aprender a cantar, mas o trabalho na real é: " FORMAÇÃO PARA A VIDA CIDADÃ ". já cantamos em alguns eventos etc. E na sequência chegaram até uns manos maiores de 18 anos pra somar na oficina, que formam o grupo "CDN Crew", rapaziada aqui do Bairro também: "Parque da cidadania" na Zona Norte de Rio Preto. Gravamos o clipe deles recentemente tbm, se chama "CDN Crew - Tá Aplicado,m",  tá no link aí. E agora acabamos de gravar a música é o primeiro clipe das crianças, lançamento em breve. Música: "Eu Acredito" - UniVersos.



NP- Você acha que as criancas sentem o impacto do Hip Hop na vida delas, como podemos ajudar com o projeto?

Com certeza, um deles é super excluído pela família, não tem atenção, é jogado pra rua, a mãe e irmão não  estão nem aí, e ele não tem pai...e uma vez ele me falou após uma apresentação:" mano hoje é o dia mais feliz da minha vida", "quero isso pra sempre na minha vida", "poder através da música chegar no coração das pessoas é maravilhoso". E outros impactos é que estão lutando para ser coerentes com o que cantar, pois eles mesmos amam essa frase:" O Rap é compromisso, não é viagem", depois que passei o documentário do Sabotage para eles , eles não param de falar essa frase. Enfim, acredito que tudo isso está enraizando no coração deles.


NP- Deixe sua mensagem pros leitores do blog.

É o seguinte, aqui é um trabalho independente, eu que tenho que me virar com TUDO, não tem apoio de prefeitura e nada, só tem o espaço que uso ali na pista de skate do poliesportivo, mas quem tem que me virar com tudo sou eu, e procurar encontrar pessoas que me ajudam nessa missão, graças a Deus alguns amigos e amigas me ajudam, como pagar o clipe agora etc. Mas é tudo independente, então qualquer ajuda é bem vinda, seja de Beat, gravação, clipe, etc...e acredito que seria bom eles (crianças) ter mais oportunidades de eventos pra se apresentarem, divulgarem, se sentirem mais envolvidos, etc. E assim que eu lançar o clipe deles que está quase pronto, ajudarem a divulgar tbm...enfim... qualquer ajudar que sentirem no coração é noiz.



Link da página com as crianças: https://www.facebook.com/Robertinhofdoceu/


Link da página da Boombox Brasil Crew, colecionadores de Rádios Boombox no qual faço parte: https://www.facebook.com/boomboxbrasilcrew/

Instagram é: Robertinho/Universos

Canal no YouTube: Robertinho/UniVersos
Alguns vídeos do canal: