segunda-feira, 25 de junho de 2018

Rappers do DV Tribo anunciam nova fase da carreira com lançamento de clipe


HOT E OREIA INICIAM NOVA FASE DE TRABALHO

Após anunciarem pausa no coletivo DV Tribo os rappers se dedicam à carreira em dupla


HOT APOCALYPSE e OREIA são cria do Duelo de MCs e já protagonizam a cena mineira de hip hop há alguns anos. À frente de grandes movimentos de rua, os amigos têm uma parceria de vida e já assinaram vários trabalhos juntos. Agora, começando uma nova fase na carreira, se lançam como uma dupla de rap independente e já planejam muitas coisas para 2018.

Integrantes do coletivo DV Tribo, que anunciou uma pausa no início de abril, os dois unem irreverência e originalidade para investir em um novo passo para o desenvolvimento de sua música, em que se voltam à sua vivência para criar rimas que provoquem reflexões sociais e discussões políticas, tudo isso sem perder o bom humor e a ironia que são marca registradas dos cantores.


A inspiração desse trabalho vem das vivências, dos sentimentos, de tudo o que é bonito, daquilo que é feio, do que a sociedade quer esconder, do que precisa ser
escancarado, do passado, do presente e do futuro. Eles querem causar impacto, provocar reflexões, fazer rir, alcançar crianças, mulheres e quem mais estiver no
caminho.

O começo dessa nova empreitada já está marcado para o dia 11 de maio, com lançamento do single e videoclipe de Playboy, música que critica o rap atual de
ostentação, que busca por seguidores e almeja por status, fazendo com que a imagem substitua a mensagem.

ASSISTA:


E, mesmo sabendo disso, HOT e OREIA também não conseguiram fugir desse padrão em que a realidade é bem diferente da famosidade virtual, por isso usam a essência da figura do palhaço e fazem uma autocrítica em cenas divertidas e repletas de significado.


A dupla faz parte do selo ACME, assinado pelo Beatmaker Coyote Beatz e Fred Paco, responsáveis pela direção de conteúdo musical e audiovisual dos artistas. O clipe Playboy foi filmado inteiramente em formato analógico (VHS), usando uma locação luxuosa, porém abandonada, que expressou e uniu os dois extremos do Rap, que são o contraste da sujeira das ruas e o glamour das mansões. E a filmagem em VHS vem justamente para ressaltar este casamento, relembrando tempos e estéticas passadas.

As novidades incluem também a direção artística da A Macaco e o lançamento de um CD ainda neste ano. Além disso, o comando das picapes dos shows será sempre de uma mina DJ, desconstruindo a cena para que mais mulheres adentrem ao movimento, o que é um formato inédito no Brasil.

É a diversidade que tem sido base dessa trilha e chega à nova fase para apresentar o potencial transformador da dupla em um cenário em desenvolvimento. Um novo mercado se abre, e aqui, um gangster da roça e um bruxo do teatro se unem para gerar comunicação. Deixar claro que ninguém é normal e nem precisa ser.

Assim, HOT e OREIA mostram a potência de sua veia lírica, capaz de ir do trauma ao amor, mantendo uma essência simples e verdadeira. Eles se definem como anarquistas organizacionais e vagabundos empresariais, mas o importante mesmo é semear o bem.