quarta-feira, 4 de julho de 2018

Coletivos feministas de Campinas lançam a campanha #racismotododia



Em 24 de maio de 2018, Rosana Menesesfoi vítima de racismo no Supermercado DIA% no centro de Campinas (SP). Após sair do supermercado, Rosana, que é doutoranda na Universidade Estadual de Campinas e participante de vários movimentos sociais da cidade, foi seguida pelo segurança da rede por 5 quarteirões e teve sua bolsa revistada em público pelo segurança, que alegava ser policial militar. Mesmo após a revista ter demonstrado que a vítima não havia cometido o furto, Rosana foi coagida a retornar ao supermercado e, ao chegar no estabelecimento, iniciou a  abertura do boletim de ocorrência para a garantia dos seus direitos e apuração do constrangimento que sofreu.

Foto reprodução: Facebook

Em virtude do caso e de sua repercussão nas redes sociais, o Coletivo de Mulheres Negras Lélia Gonzalez, juntamente com a organização feminista Promotoras Legais Populares e a Casa Sem Preconceito, encabeçam a Campanha Racismo Todo Dia, que pretende tornar públicos e registrar casos semelhantes ao de Rosana. A campanha, que não está restrita à cidade de Campinas, tem por objetivo a construção de um Observatório sobre a prática de racismo em estabelecimentos comerciais, a análise dos casos e seu repasse às organizações que representam o comércio e autoridades públicas competentes, como o PROCON e o Ministério Público, cobrando medidas efetivas na eliminação dessas práticas, denominadas “protocolos de segurança”.


A Campanha Racismo Todo Dia pretende promover debates públicos entre sociedade civil, estabelecimentos comerciais e autoridades competentes sobre as práticas constrangedoras dos estabelecimentos comerciais com relação à população negra. Além do Observatório e da campanha nas redes sociais, os coletivos entregam uma carta de demandas aos comércios de Campinas, ampliada para divulgação online.

Para colaborar com a campanha, basta postar relatos de casos de racismo em estabelecimentos comerciais  nas redes sociais usando a hashtag #racismotododia.
Para maiores informações, entre em contato com o Coletivo de Mulheres Negras Lélia Gonzalez pela página https://www.facebook.com/feminterseccampinas/