terça-feira, 14 de agosto de 2018

Black Alien é a atração do “Rael Convida” de agosto


A edição de agosto do programa traz ao Lab Estúdio um dos MCs que é referência para muitos artistas, incluindo Rael, que o considera um dos maiores rappers do Brasil: Black Alien. Reverenciado por seus trabalhos em dupla com SpeedFreaks e o grupo Planet Hemp, assim como seu impactante disco de estreia, Babylon by Gus – Vol. 1: O Ano do Macaco (2004), o MC Gustavo de Almeida Ribeiro se destaca até hoje pela pluralidade de temas e abordagem bem fora do padrão dos demais MCs do país.

Retomando a carreira depois de um período de reabilitação de dependência química, Black Alien tem sintonia já de longa data com Rael, seja no estúdio, na música que gravaram juntos, “Papo Reto”, um dos destaques desta edição, ou em encontros no palco, como no lançamento oficial de Coisas do Meu Imaginário, em março de 2017. Nesta versão acústica, o refrão é cantado por Daniel Yorubá, irmão de Rael, assim como no disco.

Os dois também se apresentam em músicas de Babylon By Gus - Vol. II: No Príncipio Era o Verbo, de 2015, trabalho mais recente do rapper de Niterói (RJ) com músicas como “Sangue de Free”, com uma letra bem pessoal e que veio instintivamente no momento da criação da letra para o MC, e “Terra”, escrita no período de reabilitação de Black Alien - uma das preferidas de Martin, filho de Rael.

As músicas da edição de Rael Convida Black Alien, assim como nos episódios anteriores, contam com Bruno Dupre no backing vocal, baixo e violão.

"Rael Convida" é um programa mensal que já contou com a participação de cantores como Criolo, a MC e cantora Drik Barbosa e Negra Li. Os vídeos estão disponíveis no canal do Rael no YouTube e as músicas nas plataformas digitais.

ASSISTA:




Ficha técnica
Projeto idealizado por: Rael e Marina Santa Clara Yakabe
Roteiro: Rael e Marina Santa Clara Yakabe
Direção executiva: Evandro Fióti 
Produção executiva: Raissa Fumagalli
Assessoria jurídica: Tiago Barbosa e Guilherme Nunes
Imagens: Victor Balde 
Montagem, edição e finalização: Victor Balde

Motion: Adilson MP


Sobre Rael
Nascido e criado na zona sul de São Paulo, no Jardim Iporanga, o cantor e MC Rael começou a construir sua história no rap com o grupo Pentágono, que se tornaria referência no rap nacional. Em 2010, lançou seu primeiro disco solo, "MP3 - Música Popular do Terceiro Mundo", com o qual teve a chance de rodar o Canadá em turnê. Em 2013 veio “Ainda Bem que Eu Segui as Batidas do Meu Coração”, o primeiro pelo selo Laboratório Fantasma, produzido pelo duo norte-americano K-Salaam & Beatnick. Em 2013, Rael também viu seu “Ainda Bem” indicado ao prêmio de melhor álbum de música compartilhada no Prêmio Multishow. Em 2014, colocou nas ruas o EP “Diversoficando”, do sucesso “Envolvidão”. No final de 2016, o álbum “Coisas do Meu Imaginário”, com produção de Daniel Ganjaman,  rendeu a Rael o Prêmio da Música Brasileira de Melhor Cantor Pop/Rock/Reggae/Hip Hop/Funk e uma indicação ao Grammy Latino de melhor álbum na categoria Urban com Rael como único concorrente brasileiro.