quinta-feira, 27 de setembro de 2018

Refúgios Musicais do Sesc Belenzinho apresenta a arte do grupo togolês Maobé


O grupo convidado do mês de outubro do projeto Refúgios Musicais no Sesc Belenzinho é Maobé, que vem do Togo. A apresentação - que acontece no dia 4 de outubro, quinta, às 20 horas, na Comedoria – é Terra de Nossos Ancestrais, um show de performático de percussão, música e dança da etnia Ewe. A entrada é grátis.

O termo Maobé significa "afasta inveja", em Yorubá (língua bantu). O objetivo da banda é promover um trabalho de intercâmbio cultural entre o Brasil e o Togo, além de dar notoriedade para artistas togoleses. Terra de Nossos Ancestrais reverencia a ancestralidade e a tradição da cultura togolesa. A dança que integra a apresentação é a Tibó, que usa o fogo como instrumento performático para mostrar as referências culturais Togo.

Nove imigrantes togoleses, residentes em São Paulo, desde 2015, integram o grupo Maobé. São eles: Edoh Amazi (bailarino), Ayikoe, Sassou, Edem, Essevi, Messan, Koffi, Kodjo e Valentin.

O Projeto Refúgios Musicais do Sesc Belenzinho apresenta músicos e artistas refugiados, bem como imigrantes que se instalaram no Brasil e aqui desenvolvem seus trabalhos e suas artes.

Vídeos:




Serviço

Show: Maobé (Togo)
Data: 4 de outubro. Quinta, às 20h
Local: Comedoria (500 lugares).
Não recomendado para menores de 18. Duração: 1h30.
Grátis. Retirar ingresso com 30 minutos de antecedência na Loja Sesc.

Sesc Belenzinho
Endereço: Rua Padre Adelino, 1000
Belenzinho – São Paulo (SP). Telefone: (11) 2076-9700

Estacionamento: Para espetáculos com venda de ingressos após as 17h: R$ 15,00 (não matriculado); R$ 7,50 (credencial plena no SESC - trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo/ usuário).