quinta-feira, 4 de outubro de 2018

O rapper Baltazar lança o EP RAP’N’ROLL


O novo EP intitulado RAP’N’ROLL recebeu esse nome, pois todas as faixas possuem essa mescla entre o RAP e o Rock,  a própria capa do disco já entrega seu conteúdo, com duas fotos divididas, na foto a direita temos o  MC na infância com um par de tênis All Star e uma bermuda com cabeças de caveira pegando fogo, no muro temos a famosa “mão chifrada” que foi popularizada por James Dio e que acabou se tornando símbolo do RocK N Roll, um pouco mais ao lado há um punho cerrado representando o movimento Hip Hop, e um pouco mais abaixo o logo da gravadora Gueto Anonimato da qual o MC é artista parceiro. E a esquerda uma foto atual do MC na fase adulta, com um colete punk  e cabelos longos até os ombros .  O EP consiste num total de 5 faixas, indo do Boombap,Boom Trap  ao Trap, contendo 3 samples(Black Sabbath, Jimi Hendrix e Os Replicantes) e 2 beats Trap. RAP’N’ROLL conta com as participações de Mumu,  integrante da banda Vera Loca, banda extremamente conceituada no cenário Gaúcho,  Carlinhos Carneiro vocalista da lendária Bidê ou Balde que também fez história no Rock RS. Todas as produções são assinadas por Jay-Gueto e Weedope. 
A faixa que abre o disco chama-se “Dane-se o Padrão”,um bom e velho boom bap.  Nela o MC disserta sobre não querer ser uma eterna promessa e ao mesmo tempo trazendo esse conceito do movimento Punk de “faça você mesmo”, também fazendo diversas referências a bandas que fizeram história no Rock Gaúcho, e através do refrão o qual deu nome a faixa, o MC passa a mensagem de que não liga para padrões musicais e não segue regras, jamais limitando sua arte.
A segunda faixa chama-se “Sem Concorrência”, sendo ela um Boom Trap.  A temática dela praticamente gira em torno do cenário, com Baltazar se auto-afirmando e buscando fincar seus pés de vez no RAP Nacional.  No terceiro verso a ambiência da faixa muda, virando para um Hard Trap sombrio à la Suicide Boys, onde o MC  solta diversas punch lines num clima de competição.
A terceira faixa leva o nome de “Psicose”,  também é um Boom Trap.  Seu nome faz menção ao clássico filme dirigido pelo mestre do suspense Alfred Hitchcock.  A música em si trata-se de um horrorcore, trazendo diversas referências cinematográficas do Terror , e  psicopatas reais e fictícios, com Baltazar se colocando nos seus lugares , como  se o próprio MC fosse um dos personagens.  A grande intenção aqui é que os ouvintes vejam isso como entretenimento e uma singela homenagem a sétima arte que é o cinema.
“Amor Punk” é a quarta faixa do EP, um beat Trap mais puxado para o POP com uma roupagem leve e alguns elementos de Rock.  Tematicamente ela fala sobre o relacionamento conturbado de um casal Punk.


 “O Que Será de Mim” é a derradeira, encerrando o EP com chave de ouro, já que a faixa fala sobre os sonhos do MC, sua busca por estabilidade na vida artística, dar uma vida melhor à família e poder ajudar as pessoas próximas a ele através da sua arte.  A faixa possui um beat  TRAP numa roupagem leve seguindo a linha da quarta faixa, e conta com  os feats  dos ilustres Mumu da banda Vera Loca, o qual  criou todos os riffs e frases na guitarra, e Carlinhos Carneiro da Bidê ou Balde, com um  refrão poderoso que da nome a música.

OUÇA: