domingo, 21 de outubro de 2018

Rolou a 1° Exposição Rap Em Quadrinhos, mas você já conferiu os 20 personagens?


Divulgação

Não é de hoje que o rap é retratado em quadrinhos/hq, a alguns anos atrás Walter Limonada, Alexandre de Maio e o Fabio Torres juntamente com o site Rap nacional tiverem uma série com historias em quadrinhos inspirados em rappers brasileiros.

Mas vindo para 2018, W.Loud e Load Comics, se juntaram e criaram a série "Rap em Quadrinhos".
Nesta série a dupla fez um "Crossover" entre MC's e personagens em quadrinhos. A principio ia ser 10 personagens, mas nesta primeira "temporada" a dupla produziu 20 personagens, você já viu todos?

Ontem no Espaço Central Panelaço, rolou a primeira exposição e a venda dos produtos. A dupla claro, estava na casa para tirar fotos e autografar em suas obras.
Confira algumas fotos.















Fotos Paulo Silva

Vamos saber mais sobre cada personagem? Bora pela ordem cronológica de lançamento.


1º - Emicida como Homem Aranha, Miles Moralres.


Miles Morales nascido em 3 de Agosto de 2002, é um super-herói fictício que aparece nas histórias em quadrinhos publicadas pela Marvel Comics, como um dos personagens que tem a identidade de Homem-Aranha. O personagem foi criado pelo escritor Brian Michael Bendis e o desenhista Sara Pichelli, e o editor-chefe Marvel Axel Alonso desenharam Miles com inspiração do presidente dos Estados Unidos Barack Obama e o ator americano Donald Glover.

Miles Morales apareceu pela primeira vez em Ultimate Fallout #4 (Agosto de 2011), após a morte de Peter Parker. Um adolescente negro com ascendência hispânica, Miles é o segundo Homem-Aranha a aparecer em Ultimate Marvel, e com uma continuação no Universo Marvel principal. Embora Morales seja destaque na série Ultimate Comics: Spider-Man , ele não é o personagem principal na série de TV animada Ultimate Spider-Man, que estreou em abril de 2012 no Disney XD, mas mais tarde ele foi adicionado ao elenco principal em 2016,e aparecerá no filme Spider-Man: Into the Spider-Verse de 2018.

Após Marvel encerrar a linha no final de 2015, Miles se tornou um personagem do Universo Marvel tradicional, começando com histórias sobre a marca All-New, All-Different Marvel publicada nesse mesmo ano.

2º - Negra Li como Oro Monroe, a Tempestade dos X-Men

Tempestade é uma personagem fictícia de história em quadrinhos do Universo Marvel Comics, alter-ego de Ororo Munroe, e membro dos X-Men. Sua primeira aparição foi em Giant-Size X-Men #1 (Maio de 1975).



Nascido em Ororo Munroe, é filha de uma princesa tribal do Quênia e um fotojornalista americano, Storm é criado no Harlem e no Cairo. Ela foi feita órfã depois que seus pais foram mortos no meio de um conflito árabe-israelense. Um incidente neste momento também traumatizou Munroe, deixando-a com claustrofobia com a qual ela lutaria a vida inteira. Tempestade é membro do X-Men, um grupo de heróis mutantes lutando pela paz e igualdade de direitos entre mutantes e humanos. Sob a tutela de um ladrão mestre, a adolescente Munroe tornou-se uma colecionadora habilidosa, os meios pelos quais ela conhece por coincidência o poderoso mutante Charles Xavier, o Professor X. O Professor X convence a Munroe a se juntar aos X-Men e usar suas habilidades para uma causa e propósito maiores. Possuindo habilidades de liderança natural e poderes formidáveis ​​próprios, Storm liderou o X-Men às vezes e foi membro de equipes como os Vingadores e o Quarteto Fantástico.


Criado durante a Era do Bronze dos Quadrinhos, a Tempestade é a primeira grande personagem feminina da descendência africana nos quadrinhos. Ela é considerada por alguns como a super-heroína feminina mais importante da Marvel Comics, tendo feito uma comparação favorável com a Mulher Maravilha da DC Comics. Quando Marvel e DC Comics publicaram a minissérie DC vs. Marvel em 1996, Storm foi lutou a Mulher Maravilha em uma batalha individual e emergiu vitoriosa devido ao voto popular entre os leitores. Tempestade também faz parte de um dos relacionamentos românticos de perfil mais alto em todos os quadrinhos. Tendo casado com o amado namorado de infância e companheiro super-herói, Pantera Negra, governante da nação africana fictícia de Wakanda, através do casamento, Monroe se tornou Rainha consorte. O título ficou perdido no entanto, quando os dois se divorciaram.

3º - Sabotage como Dr. Manhattan 

Doctor Manhattan ("Doutor Manhattan" na versão em português), alterego de Jonathan Osterman, é um personagem ficticio apresentada na aclamada série Watchmen, publicada pela DC Comics entre 1986 e 1987.

Trancado acidentalmente em uma câmara de testes durante um experimento de física nuclear, Jon Osterman é completamente desintegrado. Ao invés de morrer, Osterman ganha vastos poderes, o primeiro dos quais o da restituição de seu próprio corpo. Entre seus outros poderes estão força super-humana, telecinese, a habilidade de se teleportar para distâncias interplanetárias e até mesmo intergaláticas, a manipulação da matéria em nível subatômico,uma quase completa clarividência. Ao contrario do que muitos pensam, ele não adquiriu onipotência, devido ao fato de ele não ser capaz de realizar certas coisas, sendo assim, isso não o caracteriza como um ser onipotente.

Apelidado de "Doutor Manhattan" (uma alusão ao projeto manhattan) pelo governo dos Estados Unidos da América, que o apresentou como um super-herói à população, Osterman se torna cada vez mais alheio a assuntos humanos (apesar de sua importância na Guerra Fria) e incapaz de interagir com outras pessoas, especialmente sua amada Laurie, a segunda Silk Spectre.

Dr. Manhattan foi criado por Alan Moore e Dave Gibbons. Assim como alguns personagens da série, é inspirado em personagens da Charlton Comics, neste caso o Capitão Átomo.

4º - Drik Barbosa como Riri Wilians, a Coração de Ferro.

Riri Williams (Ironheart\Coração de Ferro) é uma personagem fictícia dos quadrinhos americanos publicados pela Marvel Comics. Riri é uma estudante de 15 anos que ingressou precocemente no MIT, a mais prestigiada faculdade de tecnologia dos Estados Unidos. Com uma inteligencia acima do normal, ela constrói sua própria versão da armadura do Homem de Ferro, utilizando materiais que ela furta pelo campus. A personagem foi introduzida em Março de 2016, em Invincible Iron Man #7.

5º - Black Alien como Dr. Estranho

Doutor Stephen Vincent Strange ou Doutor Estranho é um super-herói fictício muito poderoso que aparece nos quadrinhos americanos publicados pela Marvel Comics. Criado pelo desenhista Steve Ditko e pelo roteirista Stan Lee, o personagem apareceu pela primeira vez em Strange Tales #110 (julho de 1963). Doutor Estranho serve como o Mago Supremo, o principal protetor da Terra contra ameaças mágicas e místicas. Inspirado por histórias de magia negra e o program de rádio Chandu, the Magician, Strange foi criado durante a Era de prata das histórias em quadrinhos americanas para trazer um tipo diferente de personagem e temas de misticismo para a Marvel Comics.

A história de origem do personagem relata que ele já foi um brilhante e egoísta cirurgião. Depois que um acidente de carro que danifica severamente suas mãos e dificulta sua capacidade de realizar uma cirurgia, viaja pelo mundo por uma maneira de conseguir a cura e encontrar o Ancião. Depois de se tornar um dos antigos alunos do Mago Supremo, ele se torna um praticante tanto das artes místicas como das artes marciais. Além de conhecer muitos feitiços poderosos, ele tem uma roupa com dois objetos místicos - o Manto da Levitação e o Olho de Agamotto - que lhe dão poderes adicionais. Estranho é auxiliado ao longo do caminho por seu amigo e manobrista, Wong, e uma grande variedade de objetos místicos. Ele passa a residir em uma mansão chamada Sanctum Sanctorum, localizada na cidade de Nova York. Mais tarde, Strange ganha o título de Mago Supremo.

Em 2008, Doutor Estranho ficou em 83º lugar na lista "200 Maiores Personagens de histórias de Todos os Tempos" da Revista Wizard, e em 2012 ficou em 33º lugar na lista "The Top 50 Avengers" do IGN. Ele também foi classificado em 38º na lista "Top 100 Comic Book Heroes" do IGN. O personagem foi retratado pela primeira vez em live-action por Peter Hooten em 1978 no telefilme Dr. Strange. Benedict Cumberbatch estrela como o personagem do Universo Cinematográfico da Marvel, aparecendo pela primeira vez no papel no filme Doctor Strange de 2016. Ele reprisou o papel no filme de 2017, Thor: Ragnarok, o filme de 2018, Avengers: Infinity War e retornará no quarto filme dos Vingadores, em 2019.

6º - Mano Brown como Pantera Negra

Pantera Negra (em inglês: Black Panther) é um super-herói das histórias em quadrinhos publicadas pela Marvel Comics, cuja identidade secreta é a de T'Challa, rei de Wakanda, um reino fictício na África. O personagem foi criado pelo escritor e editor Stan Lee e pelo escritor e ilustrador Jack Kirby, aparecendo pela primeira vez em Fantastic Four # 52 (julho de 1966) na Era de Prata das histórias em quadrinhos. A série retrata o Pantera Negra como T'Challa, rei e protetor de Wakanda, país fictício localizado na Africa. Além de possuir habilidades aprimoradas alcançadas através de um antigo ritual de Wakanda, T'Challa também conta com seu intelecto genial, treinamento físico rigoroso, habilidade em artes marciais, acesso a tecnologias avançadas e riqueza para combater seus inimigos. Pantera Negra também é conhecido por seu relacionamento com a super-heroína Tempestade dos X-Men. Embora os dois fossem casados e se envolvessem em inúmeras batalhas, suas lealdades colocariam uma pressão sobre o relacionamento que levaria a um eventual divórcio.

O Pantera Negra é o primeiro super-herói de ascendência africana criado por uma editora mainstream de quadrinhos norte-americanos, que estreou anos antes dos super-heróis afro-americanos, como o Falcão (1969), Luke Cage (1972) e Blade (1973) da Marvel Comics ou o John Stewart da DC Comics, o Lanterna Verde (1971). O arco de história do Pantera Negra que passou por treze números da revistas Jungle Action é considerado o primeiro romance gráfico da Marvel Comics. Em um enredo, o manto da Pantera Negra é usado por Kasper Cole, um policial multi-racial da cidade de Nova York. Começando como um imitador, Cole assumiria o nome de Tigre Branco e se tornaria um aliado de T'Challa. O manto do Pantera Negra e a liderança de Wakanda também foi dado à meia-irmã de T'Challa, Shuri, por um momento em que ele precisa se recuperar de ferimentos críticos.



7º Karol Conka como Vixen

A Vixen (Mari Jiwe McCabe) é uma super-heroína da DC Comics. Ela foi a primeira afro-americana da editora a estrelar sua própria série, mas a primeira edição foi cancelada em 1978 e nunca mais foi relançada. A sua primeira aparição foi na revista Action Comics #521 (1981).

Na África antiga havia uma lenda que dizia que um guerreiro chamado Tantu pediu a Ananse, a Aranha, para criar um totem que daria a quem o usasse todos os poderes do reino animal, desde que esses fossem usados para o bem. Como mostrado nas páginas de Homem-Animal, é possível que Ananse, com quem Tantu se encontrou, fosse um membro de uma raça alienígena que concedeu a Buddy Baker a habilidade de contactar o campo morfogenético da Terra ou, ainda, como mostrado nas páginas da Liga da Justiça, os extraterrestres poderiam ter sido um disfarce de Ananse.

De acordo com a série do Homem-Animal, esse totem tem a habilidade de contactar o campo morfogenético da Terra e Tantu o usou para se tornar o primeiro herói do continente africano. O totem foi passando de geração a geração aos descendentes de Tantu até que finalmente se encontrou com Mari McCabe.

Mari cresceu em uma pequena vila africana na nação fictícia de M´Changa, e ouviu, ainda em criança, a lenda do totem de Tantu através de sua mãe. Algum tempo mais tarde, a mãe de Mari é assassinada por caçadores ilegais e ela passa a ser educada por seu pai o Reverendo Richard Jiwe, o padre da vila. O Revendo Jiwe é morto pelo seu meio-irmão, o General Maksai que queria o totem de Tantu que estava em poder de Jiwe.

Mari muda-se para os Estados Unidos da América, assumindo apenas o nome de Mari McCabe, e consegue um emprego como modelo na cidade de Nova Iorque. Bem sucedida, ela usa o seu dinheiro para viajar pelo mundo e, em uma viagem de volta à África, ela encontra-se com seu tio e pega de volta o totem de Tantu e passa a usar os seus poderes para se tornar a super-heroína conhecida como Vixen.

8º - Kamau como o Fera, dos X-Men

O Fera (Beast em inglês) é o alter-ego de "Hank McCoy", um personagem fictício, super-herói dos quadrinhos americanos publicado pela Marvel Comics.

É um mutante famoso por sua fase nos X-Men, mas faz ou fez parte de vários outros grupos como X-Factor, Campeões, Defensores, Vingadores, Illuminati e Inumanos. Foi criado por Stan Lee e Jack Kirby e sua primeira aparição ocorreu em X-Men #1 (setembro de 1963) quando ele ainda possuía uma aparência mais humanizada, sem pelos azuis ou garras e dentes grandes. Na década de 70, com uma forte onda de ficção científica nos quadrinhos, sua luta contra seus impulsos ferais e medo da solidão e da rejeição se intensificou, pois ele se tornou o peludo azul da maneira como é mais conhecido, logo após um acidente. Hoje, Fera dedica todos os seus dons físicos e sua mente brilhante à criação de um mundo melhor para homens e mutantes. Hank é bioquímico e um proeminente ativista político. É um indivíduo brilhante. Às vezes fala em frases pretensiosas. Apesar de ser muito brincalhão, quando surge uma luta ou pesquisa é incrivelmente sério e leal.

9º - Kl Jay como o Cyborg

Cyborg (ou Ciborgue em português) é um personagem norte americano da companhia de quadrinhos DC Comics. Ex-líder dos Novos Titãs e membro fundador da Liga da Justiça desde o reboot dos Novos 52 em Agosto de 2011. Victor era um atleta de futebol americano que numa explosão perdeu grande parte de seu corpo, e graças ao seu pai cientista, conseguiu substituir a massa perdida por componentes robóticos e tornou-se um ciborgue. Cyborg também é um dos membros fundadores dos Titãs na série de TV Os Jovens Titãs.

Filho único dos cientistas Silas e Elionore Stone, Victor Stone cresceu cercado pela ciência, sendo induzido a seguir a carreira dos pais, pois eles descobriram que Vic possuía um Q.I. de 170. Entretanto o garoto não teve uma infância normal, justamente por seus pais se dedicarem totalmente à ciência. Quando jovem, Vic começou a se relacionar com o encrenqueiro Ron Evers, metendo-se em problemas diversas vezes. Mas Vic continuou amigo de Ron, pois se sentia muito só e sem a atenção de seus pais.

Por insistência de Elionore, Silas permitiu que Victor frequentasse uma escola pública. Assim, o garoto fez muitos amigos e começou a desenvolver seu potencial atlético. Neste tempo, Vic conheceu sua primeira namorada, Marcy Reynolds. Victor treinava arduamente na esperança de se ingressar nos Jogos Olímpicos. Seu pai se irritou, pois seus planos para Victor eram outros. Queria que seu filho fosse um cientista, o que acarretou num relacionamento conturbado entre os dois. Um dia, Vic decidiu visitar seus pais nos Laboratórios S.T.A.R (ou STAR Labs.) Silas e Elionore trabalhavam em dois projetos: Estudo e observação de outras dimensões e desenvolvimento de peças cibernéticas para serem usadas em soldados deficientes. Ao observar outra dimensão, Silas permitiu acidentalmente que uma criatura surgisse de uma barreira interdimensional. A entidade matou Elionore e deixou Victor gravemente ferido.

Desesperado com a situação, Silas não queria que seu filho tivesse o mesmo destino da mãe. Decidiu reconstituir o corpo dele com os protótipos em estudo. Utilizou aço reforçado, polímeros especiais e plástico. Vic sobreviveu e Cyborg nasceu. Irritado com seu pai e com sua situação atual, Vic se isolou da sociedade, mudando-se para a “Cozinha do Inferno”, local onde Ravena encontrou Vic e o convidou a se juntar aos Titãs. Satisfeito por seu filho estar se relacionando com o grupo, Silas construiu a Torre Titã e a deu de presente a ele e seus amigos. Alguns meses mais tarde, Silas veio a falecer devido a um envenenamento radioativo. Neste tempo, Vic se reconciliou com o pai e permaneceu junto dele até o final.

10º - Rodrigo Ogi como John Constantine (Hellblazer)

John Constantine (Nasceu em Liverpool, em Lancashire, agora Merseyside, em 2 de Setembro de 1964 é um anti-herói, protagonista da série de banda-desenhada Hellblazer (algo como "desbravador do inferno", em inglês). John Constantine foi criado por Alan Moore, Stephen Bissette e John Totleben, tendo aparecido pela primeira vez em Swamp Thing #37 (junho de 1985), revista própria do Monstro do Pântano. As histórias de John são, geralmente, ligadas à magia, ocutismo e/ou ao sobrenatural. É uma publicação do selo Vertigo pertencente à editora DC Comics.
Arrogante, negligente, perfeccionista e individualista, John Constantine tem vastos conhecimentos sobre ocultismo, demonologia e outros assuntos obscuros. O personagem de John Constantine foi criado por Alan Moore, como apenas um mero figurante da revista Monstro do Pântano, mas que depois se popularizou rapidamente. Foi concebido por Moore para satisfazer o pedido dos então desenhistas da revista, Stephen Bissette e John Totleben, de ter um personagem fisicamente parecido com o cantor Sting nas histórias. Um ano depois da sua primeira aparição, ganhou a sua própria revista, Hellblazer. A primeira equipa criativa foi composta por Jamie Delano nos roteiros e John Ridgway nos desenhos. Ao longo de toda a sua publicação, Constantine já teve histórias criadas por alguns dos mais célebres autores de banda-desenhada.

11º - Criolo como Sr. Destino

Senhor Destino (Doctor Fate, no original; a tradução não literal serve para diferenciar o personagem do vilão da Marvel Comics, Dr. Destino e do vilão da DC Comics, Doutor Destino) é um feiticeiro e super-herói da DC Comics, e um membro da Sociedade da Justiça da América. Ele foi criado por Gardner Fox e Howard Sherman, e sua primeira aparição foi em More Fun Comics #55. O Sr. Destino original foi Kent Nelson, mas outros já utilizaram sua alcunha e poderes.

More Fun Comics #55 (May 1940) introduziu o primeiro Sr.Destino. Depois de um ano sem histórias de fundo, seu alter ego e origens foram mostrados em More Fun Comics #67 (Maio de 1941).

Seus interesses amorosos são variáveis entre Inza Cramer, Inza Sanders, e Inza Carmer, que foi alterado para Inza Cramer na Era de Prata dos Quadrinhos.

12º - Marcelo D2 como Wolverine e B Negão como Hulk

Wolverine, conhecido como Logan e às vezes como Arma X) é um personagem fictício que aparece em quadrinhos americanos publicados pela Marvel Comics, principalmente em associação com os X-Men. Ele é um mutante que possui sentidos afiados, capacidades físicas aprimoradas, habilidade regenerativa poderosa conhecida como fator de cura e três garras retratáveis ​​de osso em cada mão. Wolverine foi retratado de forma variada como membro do X-Men, Tropa Alfa e Vingadores.

O personagem apareceu no último painel de The Incredible Hulk #180 antes de ter um papel maior em #181 (datado de novembro de 1974). Ele foi criado pelo editor-chefe de Marvel, Roy Thomas, o escritor Len Wein e o diretor de arte da Marvel, John Romita, Sr., que projetou o personagem e foi desenhado pela primeira vez para publicação por Herb Trimpe. Wolverine juntou-se a uma versão renovada da equipe de super-heróis dos X-Men, onde eventualmente o escritor Chris Claremont e o escritor-artista John Byrne desempenhariam papéis significativos no desenvolvimento do personagem. O artista Frank Miller colaborou com Claremont e ajudou a revisar o personagem com uma série limitada homônima de quatro partes de setembro a dezembro de 1982, que estreou o bordão de Wolverine, "Eu sou o melhor que há no que eu faço, mas o que eu faço melhor não é muito agradável".

Wolverine é típico dos muitos anti-heróis resistentes que emergiram na cultura popular americana após a Guerra do Vietnã; sua disposição para usar a força mortal e sua natureza ensanguentada tornou-se características padrão para anti-heróis de quadrinhos no final da década de 1980. Como resultado, o personagem tornou-se um dos favoritos dos fã da franquia X-Men cada vez mais popular, e foi destaque em seu próprio quadrinho solo desde 1988.

O Hulk, por vezes referido como O Incrível Hulk (The Incredible Hulk, no original em inglês) é um personagem de quadrinhos/banda desenhada do gênero super-herói, propriedade da Marvel Comics, editora pela qual as histórias do personagem são publicados desde sua criação, nos anos 1960. Concebido pelo roteirista Stan Lee (1922-) e pelo desenhista Jack Kirby (1917-1994), teve sua primeira aparição junto ao público original dos Estados Unidos na revista The Incredible Hulk n°1, lançada no mercado americano pela Marvel Comics em maio de 1962, um título solo do personagem, garantindo-lhe o acesso ao que mais tarde seria popularmente conhecido como Universo Marvel dos quadrinhos/banda desenhada. A partir de então, o Hulk tem aparecido, protagonizando ou não, diversas histórias da editora, se tornando um dos mais visualmente reconhecíveis da mesma, tendo o universo entorno do personagem se expandido continuadamente ao longo das últimas décadas.

Apesar de fugir de diversos padrões pré-estabelecidos para super-heróis enquanto personagem da cultura pop mundial, Hulk é considerado um super-herói, mais pelas características sobre-humanas por ele apresentadas do que por conceitos bases de inserção no gênero.

13º - Rincon Sapiência como Super Choque

Super Choque (Static Shock) é uma série animada produzida pela Warner Bros. Television, tendo estreado em 24 de Setembro de 2004 no canal estadunidense Cartoon Network, no bloco dedicado à animações infantis às 11 da manhã. Foi exibida por quatro temporadas, num total de 52 episódios, no Brasil foi exibido pelo SBT no programa Bom Dia e Companhia mais tarde foi a vez do Cartoon Network Brasil exibir a série. No Brasil ainda é exibido no SBT.

O estúdio era conhecido como Milestone Media. Uma curiosidade do novo estúdio era o fato que todos os personagens eram negros e residiam em sua grande maioria em Dakota. As histórias em sua grande maioria embora fossem de super-heróis, tratavam basicamente de desigualdades sociais, envolvimento com drogas e brigas com grandes corporações.

O cenário e a base para os personagens foram inspiradas no personagem Static, e muitos episódios da série adaptam elementos dos quadrinhos, incluindo outras séries da Milestone Comics, como Blood Syndicate, de onde surgiu a inspiração para diversos dos "Bang Babies". Um dos vilões da série, Edwin Alva, foi baseado num personagem da série Hardware, enquanto o Centro Comunitário Freeman tem seu nome inspirado num dos personagens principais do título Icon.

Dwayne McDuffie, fundador da Milestone e co-criador do personagem, manteve durante toda a série certo controle sobre a série e a caracterização dos personagens, chegando a escrever diversos episódios. No início, de forma similar aos quadrinhos originais, a série mostrava-se fora do Universo DC (ou, no caso, no DC Animated Universe criado por Bruce Timm), com personagens como Superman sendo tratados como meramente fictícios. Num dado momento, Virgil chegou a declarar que "até Clark Kent tem um trabalho diário". Entretanto, já na segunda temporada a série começou a exibir crossovers com personagens de séries animadas da DC, incluindo The New Batman Adventures, Batman Beyond, além da própria Liga da Justiça, que na época estrelava uma série homônima, estabelecendo-se como parte daquele universo. Uma versão envelhecida do personagem viria inclusive a aparecer num episódio em duas partes da série Justice League Unlimited.

Entre as participações especiais da série incluíram-se celebridades da vida real, que dublaram a si mesmas, como o jogador de basquete Shaquille O'Neal, A.J. McLean (membro dos Backstreet Boys) e o cantor Lil' Romeo, que também foi responsável pela música-tema usada no seriado em suas duas temporadas finais.

14º - MV Bill como Luke Cage

Luke Cage (nascido Carl Lucas), também conhecido como Power man é um super-herói que aparece em quadrinhos americanos publicados pela Marvel Comics Luke Cage apareceu pela primeira vez em Luke Cage, Hero for Hire # 1 (junho de 1972) e foi criado por Roy Thomas, Archie Goodwin e John Romita Sr. Ele foi o primeiro super-herói negro a ter uma revista própria. Criado durante o auge do gênero cinematográfico Blaxploitation, Luke Cage é um ex-condenado preso por um crime que ele não cometeu, que ganha os poderes de força sobre-humana e pele inquebrável depois de ter sido submetido voluntariamente a um procedimento experimental. Uma vez libertado, Cage torna-se um "herói de aluguel" e se associa com outro super-herói, o Punho de Ferro, como parte da dupla, Power Man e Iron Fist. Mais tarde, ele se casa com a investigadora particular superpoderosa Jessica Jones, com quem tem uma filha. Em 2005, o escritor Brian Michael Bendis adicionou Luke Cage nos Novos Vingadores e ele já apareceu em vários títulos dos Vingadores, tornou-se o líder de um grupo de supervilões reformados chamado Thunderbolts.

O ator Mike Colter interpretou o personagem na primeira temporada de Jessica Jones, uma série de televisão live-action ambientada no Universo Cinematográfico da Marvel e ganhou sua própria série, que estreou em setembro de 2016 na Netflix. Colter retomou seu papel em The Defenders, que estreou em agosto de 2017.

15º - Eduardo como Justiceiro

Punisher (conhecido como Justiceiro no Brasil e em Portugal) é um personagem fictício, um anti-herói, que aparece nas histórias em quadrinhos publicadas pela Marvel Comics. Criado pelo escritor Gerry Conway e pelos artistas Ross Andru e John Romita, Sr., com o publicador Stan Lee a dar-lhe o nome, apareceu pela primeira vez em The Amazing Spider-Man #129 (Fev. 1974). Inicialmente, Punisher foi concebido por Conway para ser um antagonista recorrente para o Homem-Aranha, no entanto, a sua estreia em 1974 recebeu aclamação critica, e acabou por se tornar um anti-herói no Universo Marvel.

O Punisher é um vigilante que usa o assassínio, o rapto, a extorsão, a coerção, as ameaças violentas e a tortura na sua guerra contra o crime. Impulsionado pelas mortes da sua esposa e dos seus filhos durante um tiroteio da Máfia Americana no Central Park, Nova Iorque, o Punisher move-se numa guerra de um só homem contra a máfia e todos os criminosos usando todo o tipo de armamento de guerra.[nota 1] Os assassinos da sua família foram os primeiros a serem mortos por ele.[nota 2] Um veterano do Corpo de Fuzileiros Navais norte-americano, Frank Castle é um mestre em artes marciais, táticas de infiltração, guerrilha e numa enorme variedade de armas.

A sua natureza sombria e a vontade brutal em querer matar, fizeram dele um personagem popular na banda desenhada americana em 1974. No final da década de 1980, fez parte de uma onda de anti-heróis psicologicamente perturbados e no topo da sua popularidade, foi incluído em três publicações mensais: The Punisher War Journal, The Punisher War Zone e The Punisher Armory. Apesar das suas ações violentas e da sua natureza sombria, o Punisher teve sucesso na televisão, fazendo algumas aparições na série de animação Spider-Man: The Animated Series e em The Super Hero Squad Show, onde o seu comportamento violento era mitigado para as audiências familiares. No cinema, Dolph Lundgren interpretou Punisher no filme de 1989, assim como Thomas Jane em 2004, e Ray Stevenson em 2008. Jon Bernthal interpreta o personagem na segunda temporada da série Marvel's Daredevil e em O Justiceiro da Netflix.

16º - Stefanie como Misty Knight

Mercedes " Misty " Knight é um personagem fictício que aparece nos quadrinhos americanos publicados pela Marvel Comics . Criado por Tony Isabella e Arvell Jones , Knight foi mencionado pela primeira vez (pelo nome) na Marvel Premiere # 20 (janeiro de 1975) e apareceu na próxima edição.

Dentro do contexto do Universo Marvel , Knight é um ex-policial da NYPD , cujo braço foi amputado após um ataque a bomba. Depois de receber uma prótese biônica de Tony Stark , ela abriu uma agência de investigação privada com uma amiga íntima, Colleen Wing . Os dois mais tarde formaram a dupla de combate ao crime Daughters of the Dragon . Como investigadores particulares, Knight e Wing freqüentemente trabalham com Heroes for Hire : Luke Cage e Iron Fist . Em 2013, Knight tornou-se co-líder do Valkyrior com Valkyrie em Fearless Defenders # 1 por Cullen Bunn e Will Sliney .
Simone Missick interpreta o personagem da série televisiva Marvel Cinematic Universe , Luke Cage , The Defenders , e a segunda temporada de Iron Fist .

17º - Marechal como o Visão

O Visão (The Vision em inglês) é um super-herói fictício que aparece nos quadrinhos americanos publicados pela Marvel Comics.
Ele é um androide e um membro dos Vingadores que apareceu pela primeira vez em The Avengers #57 (outubro de 1968). O personagem é interpretado por Paul Bettany no Universo Cinematográfico Marvel no filme de 2015, Avengers: Age of Ultron, no filme Captain America: Civil War de 2016 e em Avengers: Infinity War de 2018. Ele é vagamente baseado no personagem da Timely Comics (primeiro nome da Marvel) com o mesmo nome.


O primeiro Visão foi criada pela dupla Joe Simon e Jack Kirby e estreou em Marvel Mystery Comics #13 (novembro de 1940). Um oficial de polícia místico extra-dimensional, Visão foi publicado pela antecessora da Marvel, a Timely Comics durante as décadas de 1930 e 1940, um período que os fãs e pesquisadores chamam de Era de ouro das histórias em quadrinhos americanas.


Décadas mais tarde, o editor Stan Lee e o escritor Roy Thomas decidiram adicionar um novo membro da equipe à série de super-heróis Os Vingadores. Thomas queria trazer de volta o personagem da Era de ouro, mas Lee estava determinado a introduzir um membro androide. Thomas acabou comprometido com o uso de um novo Visão androide. O segundo Visão apareceu pela primeira vez em The Avengers #57 (outubro de 1968). Thomas queria que o personagem fosse branco como condizente com seu nome fantasmagórico, mas as limitações de impressão da época o tornariam incolor, com papel sem tinta onde deveria estar sua pele. Ele escolheu o vermelho, pois não queria que Visão fosse verde como o Hulk ou azul como os atlantes. O personagem foi comparado com Spock de Star Trek, mas Thomas disse que ele mal conhecia a série de TV na época. Ele reconheceu ter sido influenciado pelo personagem Adam Link criado por Otto Binder, um dos primeiros robôs tratados como um personagem simpático e não como uma ferramenta mecânica.



18º - Dina Di como Jéssica Jones

Jessica Campbell Jones-Cage é uma personagem fictícia que aparece nas histórias em quadrinhos publicadas pela Marvel Comics. Criada pelo escritor Brian Michael Bendis e pelo artista Michael Gaydos, a personagem fez sua primeira aparição em Alias #1 (Novembro de 2001) como uma super heroína aposentada que começou a trabalhar na Alias Investigações. Jones iniciou, então, mais duas séries, (Alias e The Pulse). Junto de seu marido, com quem tem uma filha, Luke Cage, tornou-se membro dos Novos Vingadores durante a saga da Marvel em 2010, a Era Heroica. Em vários momentos de sua história, Jessica usou pseudônimos como Safira, Paladina e Poderosa.
Krysten Ritter interpreta Jessica Jones na série de televisão homônima, Jessica Jones.
Jessica apareceu na série da Marvel Alias, que não tem relação com a série de TV de mesmo nome. A personagem e a série foram criadas por Brian Michael Bendis e Michael Gaydos, com 28 edições, de 2001 a 2004, com as capas desenhadas por David W. Mack. Jessica e outros personagens da série foram colocados, então, na série seguinte, The Pulse.

Em 2005, em uma entrevista, Bendis alegou que "originalmente, Alias lançaria por Jessica Drew, mas acabou desviando-se do propósito original. O que foi bom, porque usamos Jessica, e isso traria problemas para o storytelling e para a continuidade do enredo". Anteriormente, Bendis comentou que Jessica Drew, em Alias, tinha o melhor cabelo de todas as super heroínas nos quadrinhos, mas que esta nova série seria diferente da ideia original. Bendis se empenhava no desenvolvimento do título, onde Jessica seria a personagem central, com uma voz e pano de fundo diferentes de Jessica Drew.
Jessica jones começou a ser um personagem regular na série New Avengers, de 2010 a 2013, a partir da primeira edição, em agosto de 2010, até o número final, em janeiro de 2013.
Em um podcast da Marvel Comics, Bendis expressou o desejo de incorporar Jessica ao universo paralelo Ultimate Marvel, onde ela aparece em Homem Aranha #106, como uma veterana na escola de Peter Parker.

19º - Helião como Falcão e Sandrão como Maquina de Combate

Falcão é um personagem fictício das histórias em quadrinhos publicadas pela Marvel Comics. Criado por Stan Lee e Gene Colan. Sua primeira aparição foi em Captain America #117 (Setembro de 1969). Apesar de estar sempre disposto a trabalhar em dupla com Capitão América, Falcão também participou do supergrupo de heróis chamado Vingadores.

Falcão é o primeiro super-herói afro-americano da Marvel. O sobrinho falecido de Falcão era Jim Wilson, amigo de Bruce Banner, um dos primeiros personagens abertamente HIV positivo dos quadrinhos.

Máquina de Combate (War Machine) é o alter ego de James Rhodes, um super-herói do Universo Marvel que utiliza uma armadura de alta tecnologia construída por Tony Stark.

James Rhodes era um bom garoto nascido e criado na Filadélfia, Ao crescer quis se unir as forças militares e servir como piloto.

Em uma missão de guerra, o seu helicóptero foi abatido. Quando tentava obter um avião encontrou Tony Stark em sua primeira armadura de Homem de Ferro que tinha acabado de escapar do cárcere inimigo. Juntos, Rhodes e Stark conseguem retornar aos EUA. Tony oferece emprego a Jim, mas ele recusa pois ainda está interessado pelo trabalho de defender os EUA nos combates. Mal sabia ele o que o destino o reservava.

Após a Guerra, Stark, que tinha secretamente se tornado o super-herói, ofereceu a Rhodes um emprego como seu motorista pessoal. Rhodes logo se tornou um dos colaboradores mais próximos de Stark e conquistou sua confiança bem como o cargo de tesoureiro das Indústrias Stark. Como resultado, ele teve inúmeras aventuras com seu empregador onde a sua ousadia e competências eram qualidades valiosas. Stark era tão confidente de Rhodes que ele sabia que era o Homem de Ferro.

Quando Stark perdeu sua empresa para Obadiah Stane e caiu no alcoolismo, Rhodes assumiu o papel de Homem de Ferro, ajudando neste ínterim Stark a vencer o alcoolismo.

Por algum tempo atuou com os Vingadores inclusive nas guerras secretas de Beyonder.

20º - DJ Hum como Gladiador Dourado e Thaíde como Besouro Azul

Gladiador dourado (Booster Gold) é um é um super-herói fictício que aparece nos quadrinhos americanos publicados pela DC Comics. Criado por Dan Jurgens, o personagem apareceu pela primeira vez em Booster Gold #1 (fevereiro de 1986) e foi membro da Liga da Justiça. Gladiador Dourado foi inicialmente apresentado como um homem vaidoso e egoísta que se torna um super-herói apenas para se tornar rico e famoso, no entanto, conforme sua história progride e sofre várias tragédias pessoais que o fazem ver seus erros e gradualmente se torna um herói de verdade, oprimido pela reputação que ele fez para si mesmo.
O Gladiador é Michael Jon Carter, e era um esportista famoso da Metropolis no século 25. Entretanto, ele começou a apostar nos próprios jogos e manipular resultados a fim de poder ganhar dinheiro para a cirurgia de sua mãe. Ele foi descoberto e expulso dos esportes. Rejeitado até por sua própria família, ele acabou por trabalhar num museu de super-heróis, onde aprendeu sobre os heróis de nosso século. Ele devaneou, pensando em como poderia ser um herói em nosso tempo. Ele então roubou vários apetrechos do museu, e a máquina do tempo de Rip Hunter. Usando seus conhecimentos de nosso tempo, ele ganhou na loteria por várias vezes para ficar milionário, pois no século 25, esses números são de conhecimento acessível. Ele já participou da Liga da Justiça Internacional

Besouro Azul (Blue Beetle) é um personagem de quadrinhos norte-americanos publicados pela DC Comics. O primeiro Besouro Azul foi criado em 1939 pela Fox Feature Syndicate. Besouro Azul também faz parte do segundo jogo da saga Injustice, intitulado de Injustice 2 - Cada Batalha Define Você.
Os direitos e o nome do personagem foram vendidos para a Charlton Comics, que logo lançou sua própria versão. Juntamente com os demais "Heróis de Ação" da Charlton, seus direitos seriam comprados posteriormente pela DC Comics.

Versão da Fox
Era o alter-ego de Dan Garret, filho de um policial que fora assassinado. Começou a ser publicado em Mystery Men Comics número 1 de 1939. Seus poderes adivinham de uma vitamina, e ele usava um uniforme à prova de balas.
Seu uniforme se assemelha ao do Fantasma de Lee Falk.

Versão da Charlton
Publicado a partir de 1954, a Charlton Comics adquire os direitos de publicação do Besouro Azul original, inicialmente reimprime suas primeiras aventuras.
Mais tarde, o manto seria passado a Ted Kord, porém sem os super-poderes mas com uma nave em forma de besouro que se tornou sua marca registrada. Publicado a partir de 1966 (durante a chamada Era de Prata da banda desenhada).

Enquanto investigava a recém descoberta tumba do lendário faraó maligno Quéfren, o Dr. Dan Garrett, arqueólogo, descobriu um escaravelho azul no topo do sarcófago dourado do faraó. Ao tocar a gema do escaravelho, ele repentinamente se encontrou na presença do que parecia ser a representação humana do antigo deus egípcio Khepri. O deus disse a Garrett que ele era um homem de coragem e honra, e que havia sido escolhido para se tornar o campeão da humanidade. Daquele momento em diante, quando Garrett segurasse o objeto sagrado e pronunciasse as palavras místicas "Kaji Dha", se transformaria no Besouro Azul.
Este Besouro Azul possuía incrível força, capacidade de vôo, visão de raios-x e a habilidade de atirar raios energéticos. Sua armadura era feita de uma cota de malha especial.
O novo Besouro teve histórias produzidas por Steve Ditko (co-criador do Homem-Aranha) e Gary Friedrich.

Versão da DC
Quando a DC adquiriu os direitos do personagem, manteve as principais características de sua última encarnação, o inventor e cientista Ted Kord. Começou a ser publicado depois da série Crise Nas Infinitas Terras, de 1985.

Durante os eventos ocorridos em Crise Infinita, um jovem chamado Jaime Reyes achou o escaravelho que dá poderes do besouro a quem o possuir e se tornou o novo Besouro Azul.