sábado, 24 de novembro de 2018

B.Boy Luizin do Vale do Aço foi atração em duas cidades do interior paulista


A região do vale do aço é um polo artístico cultural muito forte, temos vários representantes de ponta que nos representam pelo Brasil afora, sendo na música, teatro, circo, dança, esporte e outras atividades. O morador do Bairro Vila Celeste em Ipatinga, Wesley Luiz Costa Ribeiro, no popular conhecido por B.Boy Luizin vem representando fortemente a região do Vale do Aço por onde passa ao ministrar palestras sobre a cultura hip hop, competindo em batalhas de Breaking e compondo corpo de jurados.

No mês de novembro, ele participou de várias atividades no litoral paulista, as cidades a recebê-lo foram  Peruíbe e Itanhaém. Além de receber convite para compor a segunda semana do hip hop de Peruíbe, o artista foi convidado a ministrar um workshop sobre mídia e hip hop na Onhouse Academia, em Itanhaém,SP. Confira o cronograma da passagem do nosso representante no litoral paulista:

08/09
Participou da segunda semana do hip hop como palestrante na Câmera Municipal de Peruíbe,SP;

09/09
Ministrou um workshop sobre mídia e hip hop na Onhouse Academia em Itanhaém,SP;

15/11
Participou da cypher de Breaking no evento “Hip Hop na Praça do Vila Erminda”;

16/11
Foi jurado da batalha de Breaking dentro da mostra de danças “Ardance”;

18/11
Foi jurado da batalha de Breaking no evento “A Consciência é de todos”.

Luizin não chegaria aqui por um acaso do destino, Sua trajetória artística tem início na Igreja O Brasil Para Cristo quando cantava no coral e participava da turma de teatro quando ainda era bem novinho. O B.Boy destaca que deu seus primeiro passos de dança foram aos cinco anos de idade quando foi influenciado pela sua mãe de criação Glória Maria a imitar o astro do pop norte-americano “Michael Jackson”, juntamente com outras crianças da Rua Antônio Boa Ventura Batista – Vila Celeste, onde viveu sua infância e adolescência.

Aos nove anos, conheceu a arte do Graffiti através do artista Jhons Mendes, que na época ensinava jovens na E.E Manoela Soares Bicalho na comunidade do Vale do Sol (Vila Celeste). Aos onze anos de idade, ingressou no Projeto Social Art & Vida e realizava aulas de Capoeira na E.E. Manoela Soares Bicalho com o “Sombra”, do grupo Forte de Minas. Ao quatorze anos de idade, conheceu a dança Breaking com o Markin (Marcos Santos) de Teófilo Otoni, o qual ministrava aulas gratuitas no Parque Ipanema para vários jovens de Ipatinga.


Ou seja, de 2004 para cá, ainda com 14 anos, o B.Boy continua na luta para aperfeiçoar a cada dia que passa, os passos da dança Breaking. São quase 15 anos de história onde Luizin aglomerou vários trabalhos importantes no currículo como participações em vários vídeo clips e festivais de dança e hip hop , conheceu grandes celebridades nacionais e internacionais, ministrou inúmeras palestras, ganhou batalhas e foi jurado de Breaking.

Sua principal renda vem da obra civil, o artista trabalha empreendendo a empresa Ribeiro Soluções em Pinturas, também é B.Boy, Capoeira, arte educador, faz parte dos coletivos de Breaking Revolution Break Crew(Ipatinga), D301 Breakers Crew (Ipatinga), fundador do Portal de Cultura Urbana e membro do Conselho Municipal de Políticas Culturais de Ipatinga,MG.

Encontre o B.Boy Luizin nas redes sóciais

Instagram: @b.boyluizind301