terça-feira, 20 de novembro de 2018

Elisa de Sena, artista Negra de Belo Horizonte, é uma das contempladas do último edital da Natura musical


O disco que será que será lançado em outubro de 2019 está em pré-produção

A atriz, intérprete e compositora, Elisa de Sena se junta a nomes como Tássia Reis, Margareth Menezes e Thiago Matéria Prima, no time de 50 selecionados pela edição 2018 do Projeto Natura Musical.

Com o resultado, a artista iniciou o trabalho de pré-produção do seu primeiro disco. O universo feminino, de negritude, resistência, flexibilidade, transformação, natureza, urbanidade, do cotidiano e da mágica da vida dão o tom da obra, intermediado pelo diálogo entre os tambores mineiros e a música eletrônica.

Elisa é uma das cantautoras fundadoras do Coletivo Negras Autoras. Também é uma das idealizadoras do grupo Dingoma, e atuou como backing vocal da banda Berimbrown.

Mulher negra, nascida e criada em Minas Gerais, no Bairro Goiânia em Belo Horizonte, a artista está conectada com a realidade deste lugar de fala e também dialoga poeticamente com a realidade de outras mulheres do Brasil e do mundo.

Especializada nos ritmos de tambor mineiro, Elisa terá entre os parceiros na produção Dj Black Josie, Manu Ranilla, Ricardo Campos, Gustavo Cunha, Letícia Damaris e André Xina.


Elisa comemorou a seleção destacando a quantidade de artistas negros e negras selecionados para edição 2018. “Aqui em Belo Horizonte tivemos três trabalhos de artistas negros contemplados, a Mostra Imune também foi selecionada. Penso que estamos vivenciando um momento potente que vem de nossas lutas pessoais e coletiva”, destaca.

Magia
Em novembro de 2017, Elisa lançou o seu primeiro single autoral, a música Magia. O trabalho resulta em um som poético e rítmico que une a força da percussão afro-mineira à amplitude de possibilidades do universo da música eletrônica.

A força da população negra, sua resistência e flexibilidade também são transmutadas em discurso poético que ultrapassa fronteiras. Este single, primeira música de um álbum que será lançado em 2019, reafirma a habilidade feminina na transformação do cotidiano na mágica da vida.

Mais informações