terça-feira, 20 de novembro de 2018

Jota Jr lança clipe “Desculpe por ser negro” pela Tudubom Records


Faixa aborda as marcas da escravidão na vida da população negra


Conhecido por seus vídeos que viralizaram na internet abordando questões sociais e políticas, Jota Jr é um trabalhador consciente. Gari e rapper, ele faz de sua vida uma bandeira na luta por mudanças sociais. Essa postura fica clara em “Desculpe por ser negro”, seu primeiro single em parceria com a Tudubom Records (Filipe Ret, MãoLee).

Lançado no Dia da Consciência Negra, o vídeo traz uma recriação cinematográfica dos tempos da escravidão. Após uma tentativa de fuga, um dos escravos morre e acaba despertando nos dias atuais, em pleno Cais do Valongo, no centro do Rio. É quando o primeiro verso de Jota ecoa forte: “2018 e nada mudou”. Debatendo o racismo estrutural e a dívida social, a canção foi escrita a partir de um vídeo feito pelo rapper.

“Essa música surgiu a partir de um vídeo que fiz para o meu canal Fala Tu Gari, chamado ‘Mimimi’, no qual eu falo sobre a realidade diferente que é ser negro no Brasil e não ser, comparando uma formatura de uma turma de médicos que era toda de brancos com uma de garis, com todos negros. Esse vídeo me despertou para essa realidade de que precisamos falar sobre isso pois tem pessoas que realmente não conseguem entender que o Brasil é um país racista”, conta Jota.

O vídeo citado por ele é um dos vários que viralizaram nas redes sociais, chegando num total de dezenas de milhões de visualizações, sempre com uma linguagem direta, dialogando com o povo sobre questões sérias. Pela primeira vez, Jota transpõe essas temáticas para suas composições em “Desculpe por ser negro”.

“Eu nunca fui muito de abordar temáticas sociais em minhas músicas. No rap, eu sempre tentei fazer algo mais voltado para festa. Essa faixa é importante para mim por ser uma transição artística e, ainda mais, por estar representando uma luta que vivo no dia-a-dia, contra a desigualdade racial no Brasil. Estou me sentindo, finalmente, lisonjeado com um trabalho meu”, conta ele.

Esse é o primeiro lançamento do Jota Jr com a Tudubom Records. Fundada em 2010, a Tudubom é uma banca independente de rap que conta com uma loja de artigos de street wear, um canal no YouTube e um selo fonográfico. Além do trabalho de profissionalização artística, a equipe busca consolidar uma imagem da música contemporânea e urbana carioca através do rap, unindo tons de funk e trap. Entre seus artistas mais renomados estão Filipe Ret, Mãolee, Pan Mikelan, Thiago Anezzi e projeto Coreto.

“Gravar na Tudubom foi onde me senti mais confortável nesses 10 anos onde gravo música. Estou fazendo um disco inteiro com eles e eles estão apostando muito no projeto. Sei que a cena do rap respeita muito a Tudubom e isso é algo muito importante para esse novo momento na minha carreira”, conclui Jota.

Assista o clipe “Desculpe por ser Negro”


Ficha técnica

Música: Desculpe Por Ser Negro

Composição: Jota Jr
Participação: Guercy
Produção Musical: Grupo Patuah
Mix/Master: DJ LN

Vídeo:

Produção Audiovisual @freshmindco
Direção: Luis Luix
Direção executiva: Uriel Calomeni
Produção Executiva: Renata Ferreira
Direção de Fotografia: Luis Luix
Edição e Finalização: Luis Luix
Produção: Carla Fontella/ Renato Jamessem
Assist. de Produção:Bruno Emmanuel
Assist. de Produção: Fran
Assist. de Produção: Allan Paraense
Assist. de Produção: João Tucci
Participações: @jotajr @yves.mak @guercy_axelofficiel

FRESH MIND CO®
@freshmindco