quinta-feira, 20 de dezembro de 2018

Pressão que as mulheres sofrem para se casar é tema do novo clipe de Majad Asad.


Majda Asad acaba de lançar o videoclipe “Desesperadas, com a participação de sua irmã Amnah Asad e da cantora Viic Oliveira, a música, que leva a produção musical do Vibox Beats, fala sobre casamento forçado e a ideia romantizada de que as mulheres sempre estão em busca de um relacionamento sério.

Em formato interativo, o clipe, dirigido e produzido pela Ganga Prod., empresa áudio visual integrada apenas por mulheres, aborda três tipos de violência: a primeira sala é sobre a pressão estética, a segunda sobre violências gerais e a terceira, o matrimônio.

A atuação ficou por conta de uma equipe diversa de atrizes cis e trans que interagem de uma sala a outra apresentando a narrativa do clipe.

Filha de Palestino, a MC traz em sua história a opressão que as mulheres no Oriente Médio vivem e não vê muita diferença entre o Brasil e a terra natal do pai.

“Desesperadas é uma reflexão sobre a simbologia histórica do matrimônio e suas consequências atuais. Na música, além do tom irônico que eu uso no refrão eu cito a escritora nordestina Nísia, que foi obrigada a casar com 13 anos em 1830 e a musicista europeia Nannerl, irmã de Mozart, que tinha habilidades musicais tão excepcionais quanto seu irmão, mas em 1780 foi impedida de seguir a carreira pois seu corpo já demonstrava a moça que era e, na época, a sociedade pressionou que a família a tirasse dos palcos e a colocasse em um lar como esposa e dona de casa. Além das duas, eu falo da Mariama Bah, uma mulher africana que fugiu para o Brasil para não ser obrigada a casar com um familiar. Como brasileira e filha de árabe quis trazer na música um olhar que mostrasse que, seja no Ocidente ou no Oriente, as histórias se repetem e são apoiadas por diferentes religiões e leis, e impulsionadas secularmente pela dependência financeira da mulher exclusiva ao matrimônio, aliada até hoje a uma cultura que fomenta o amor entre as pessoas apenas pelo viés romântico e imbuído de uma dependência emocional”, diz Majda Asad.



“Desesperadas” já está disponível no canal do youtube da Ganga Prod e a música pode ser ouvida nas principais plataformas digitais.



Videoclipe: https://www.youtube.com/watch?v=9P-LxOSUhuc

Nenhum comentário:

Postar um comentário