quinta-feira, 25 de julho de 2019

CHIKA | Empoderamento através do rap, treta com Kanye West e campanha para Calvin Klein


Com o apoio de Erykah Badu, Sean “Diddy” Combs e Jada Pinkett Smith, a jovem Mc do Alabama Chika Oranika, mais conhecida como Chika, ficou famosa no ano passado por ter brigado na internet com ninguém menos que Kanye West, depois que o cantor usou um boné ligado à campanha de Donald Trump. 

Além de brigar com Kanye, Chika largou um freestyle contra o rapper em cima da batida de "Jesus Walks", um dos primeiros sucessos do Kanye. A jovem promessa é uma das novas vozes do feminismo dentro do rap. Tanto que fez uma campanha para o #MyCalvins da Calvin Klein. 

Tradução livre: "Uma carta (rimada) para o Kanye West em seu próprio beat"


A mc vem se destacando por seus bons sons e ideias. Chika foi escolhida pela apresentadora Lena Waithe para soltar uma música inédita com uma mensagem muito poderosa e escreveu o som 'Richey v. Alabama'. 

"Eu escrevi uma música e ela é intitulada 'Richey v. Alabama' ... todos nós sabemos o que está acontecendo no Alabama agora e eu sou do Alabama, então eu senti que com essa oportunidade e a maneira como ela se alinhava, faz muito sentido para mim vir aqui e falar por pessoas que de outra forma, se sentiriam sem voz", disse Chika, sendo contra projeto de lei antiaborto assinado pelo governador republicano do estado, que é a mais rígida legislação sobre aborto no país. 

"Richey é o nome de uma das minhas amigas, que tem uma história tão poderosa quando se trata do que está acontecendo no Alabama, senti que isso seria uma homenagem a ela", disse Chika. "E também um tributo adequado a todas as mulheres no Alabama, eu senti que este é o meu tempo para falar por nós." 

Chika apresenta  'Richey v. Alabama' no programa do Jimmy Kimmel


Apesar da Chika ter poucos sons nas plataformas de streamings pago, a jovem rapper tem alguns sons em seu perfil do SoundCload. Inclusive em 2017 ela lançou o EP ‘Full Bloom // A poetry’, de cinco faixas. Neste ep a mc do Alabama mostrou que ela não era apenas MC “poética”, mas poeta contadora de histórias. Pois nesse projeto, em todas as faixas a Mc recita seus versos sem o acompanhamento de batida ou melodia, é só ela e suas histórias. No canal da mc no Soundcloud alem de seu Ep e singles, tem  Covers e Spokenword. Acesse: soundcloud.com/chikaoranika 

Ouça o EP:


Chika tem aproveitado muito bem essa sua fama, pois além de ser uma uma mulher bem consciente socialmente e racialmente falando, ser uma ótima poetiza e mc, ela vem atacando de modelo. 

Graças a todo o seu talento Chika foi convidada pela marca Calvin Klein para a campanha #MyCalvins. E agora Chika é uma modelo completa com um outdoor na cidade de Nova York. 


"É muito louco me ver em uma campanha de CK", ela diz à InStyle por e-mail. "Não acho que processei totalmente o quão selvagem é. Eu sinto que daqui a alguns anos, eu vou olhar para trás e ficar tipo, 'Uau. Esse foi um momento foi esse. Eu nunca esperei isso. 

Muitos acham intimidador despir-se assim numa campanha, ainda mais quando não se tem um corpo que está nos padrões estéticos imposto pela sociedade, mas Chika resolveu pôr em pratica o empoderamento em que prega em suas poesias. 


"Quando ouvi pela primeira vez que estaria numa campanha da CK, houve hesitação", diz ela. "Eu nunca quis que minha carreira ou mensagem se centralizasse em meu corpo e sabia que isso poderia chamar muita atenção. Mas quanto mais eu pensava nisso, mais sentia que era essencial praticar o mesmo amor próprio e ousadia que eu prego. Isso fez o dia ser uma brisa para mim. Eu sabia que estava fazendo algo para ajudar a impor uma declaração importante".

COURTESY CALVIN KLEIN/MARIO SORRENTI


Naturalmente, Oranika espera que mais marcas importantes comecem a recrutar um grupo diversificado de modelos, seguindo os passos da Calvin Klein. 

“É importante porque os modelos devem ser baseados na realidade. Eu pareço com muitas pessoas que muitas vezes não se veem refletidas na mídia. Fazer isso cria essa lacuna entre a realidade e a "imagem perfeita", e essa lacuna inspira discriminação. Precisamos normalizar a realidade e abraçar as diferenças um do outro.” disse Chika a InStyle. 


As declarações da Chika foram traduzidas do site da Billboard estadunidense e do site InStyle.

Assista aos 2 últimos vídeos da mc:


"Garotinha negra do sul/Garotinha negra não sabe para onde ir

Porque ela gosta de palhaço e os professores a ignora

Insegura, mas ela não diz isso em voz alta

Tudo o que ela quer fazer é deixar sua mãe orgulhosa

Ela quer ser como as outras garotas, elas em outro mundo
Ela simplesmente não consegue descobrir"

Trecho de High Rises

Nenhum comentário:

Postar um comentário