quinta-feira, 26 de março de 2020

Corpo Fechado | Indy Naíse lança clipe novo em canal internacional Sofar Latin America

Foto: Léo Sang
 A cantora baiana, mas radicada em São Paulo, Indy Naíse começou sua carreira em 2014, ano em que foi premiada com o primeiro lugar como melhor cantora em todas as categorias do Festival de Música do Ala Guarujá. 


Após esse incentivo, a cantora estudou muito e em 2018 lançou seu primeiro álbum chamado “É questão de cor”. Em 2019, em parceria com o rapper D’Ogum a cantora incendiou as playlists de lovesong com o som “Fogo no Baile”. No mesmo ano, a cantora participou do projeto Casa de Música Escuta As Minas do Spotify, onde ela lançou o som “Muito tempo é pouco”. 

Foto: Léo Sang
Agora em 2020, Indy em parceria com Jota.pê na composição lança o clipe da música “Corpo Fechado”. O clipe faz parte do trabalho do Sofar Sounds, que é um movimento que surge em Londres em 2009 com a ideia de realizar apresentações ao vivo de artistas independentes em locais nada convencionais, mas bem aconchegante. As apresentações são sempre para um numero limitado de pessoas e o evento já aconteceu em 180 cidades nos 5 continentes. Sempre com artistas locais de todos os gêneros músicas, o local e as bandas são secretos, os convidados só são avisados do endereço 48h antes de cada edição. O objetivo? Fazer com o público conheça novos sons e mudar a forma como as pessoas consomem música ao vivo. 

Em todo seu repertório, que é majoritariamente autoral, a Indy aborda questões que são emergenciais para nosso convívio em sociedade. 

Foto: Léo Sang
Tendo sempre em foco a mulher negra, racismo, machismo e desigualdade social, Indy escreve o som “Corpo Fechado” num momento de desesperança da artista, na mesma época em que Marielle e Anderson foram executados. Porém, ao mesmo tempo que sentia esta apatia e tristeza, a fé pulsava no peito. Se reuniu com Jota.Pê e nasceu a melodia. Corpo Fechado é uma prece para proteger nossos corpos negros, para que este sangue seja estancado e possamos viver em paz em sermos quem somos. É sobre não perder a fé e renascer no tempo, na dança, na celebração e no afeto. 

Assista:





Nenhum comentário:

Postar um comentário