quarta-feira, 3 de junho de 2020

O guineense Diima lança “Korson Di Tambur” (Coração de Tambor), seu 1° álbum solo


Diima foi membro de um dos grupos mais legais dos anos 2000, Seven Lox (Dupla guineense de rap formado no Brasil). Ouso até dizer que o Seven Lox era à frente de seu tempo, seja letras, produções e estilo. O grupo era formado por dois rappers de Guiné-Bissau que traziam toda sua africanidade e experiencia com os bangers e sons de pistas. “Hey Yo DJ”, “No Club”, “Quem é o Boss”, “Teu Show”, “Quero Voltar”, “Sexy”“Just Call Me” foram os grandes sons da dupla. O grupo finalizou suas atividades em 2018. Fora que o Diima é um produtor bem conceituado. Diima já produziu artistas como: Jimmy P, Projota, Afrocalipse, Negra Li, Kenia, Luccas Carlos, Leo Santana, Valeska Popozuda, Da Guedes, Cabal e muitos outros

Vindo para 2020, Diima lança “Korson Di Tambur” (Coração de Tambor), seu primeiro álbum solo de estúdio como cantor, compositor e produtor. O álbum marca sua transição para um artista solo após o fim do Seven Lox e uma reaproximação de suas raízes guineenses. 

O álbum tem 22 faixas criadas entre o fim de sua longa estadia de 16 anos no Brasil e seu eventual retorno a Guiné-Bissau. A maioria das composições do álbum são cantadas em Kriol de Guiné-Bissau, com participações de um seleto grupo de artistas da nova geração do país. 


O "Coração De Tambor" é um convite para o mundo sonoro de Diima e imersão num multiverso de estilos, ritmos, tonalidades, cores e texturas com identidade própria e uma assinatura sônica singular pela qual ficou conhecido durante os anos do Sevenlox.
É também um recomeço e ao mesmo tempo continuação da jornada do Diima entre dois mundos opostos que se encontram em uma interseção e onde ele se posiciona com sua música buscando unificá-los.

No site do artista (https://www.beatsbydiima.com/music) você pode baixar gratuitamente

Ouça:

Nenhum comentário:

Postar um comentário