NOTICIÁRIO PERIFÉRICO

Juntamente com o single Oriki, o rapper Onã lança o EP "Afromanotropical"

Foto: Diego Carvalho

Após desbravar o rap sob o nome ‘Lage’, o rapper Onã - nome que remete a abertura de caminhos -, está se reinventando na indústria musical. O rapper Onã vem com dois grandes lançamentos neste mês de novembro. Após o lançamento do single 440Km/h part. do Slim Ramografia, um dia antes do Dia da Consciência Negra ele põe na pista o single e videoclipe da faixa ‘Oriki’ e apresenta o EP completo de ‘AFROMANOTROPICAL’

A produção musical ficou por conta de Dachvva, e a mixagem com Pasz, do selo A BRABA Records. Composto por seis faixas, o EP foi pensado para marcar uma nova fase e revolucionar a carreira do artista. O primeiro EP do artista conta ainda conta com participações especiais como o próprio Slim, Original Stabile, Marina Afares, Santa Fé e de Viludinho Compositor - que também é seu avô. O EP já está disponível em todas as plataformas digitais.

Composto por seis faixas, o EP ‘AFROMANOTROPICAL’ foi pensado para marcar uma nova fase e revolucionar a carreira do artista. “Eu acredito que esses lançamentos são um verdadeiro marco na minha carreira e vão elevar o meu trabalho a outro patamar, saca? Nós estamos trabalhando com uma novidade. Mesmo algumas pessoas já tendo feito algo na mesma linha, nós chegamos para revolucionar”, conta o artista. 

No videoclipe da faixa destaque ‘Oriki’, Onã expressa sua nova fase em uma atmosfera que exalta sua fé religiosa, assim como a própria faixa remete “Sem dar brecha / Sigo firme / Ponta a ponta / Nas encruzilhadas / Esù toma conta”. Filho do senhor dos caminhos, o multiartista traz no trabalho audiovisual um personagem que representa o orixá que também é tradução de seu novo nome artístico ‘Onã’.

O rapper, que vivenciou grandes dificuldades impostas pela pandemia, principalmente durante a produção do novo projeto, planeja fazer muitos shows em 2022, levando as ideias e o conceito do novo EP Brasil a fora. “Considerando a retomada, com o avanço da vacinação e o número de mortes caindo consideravelmente, os meus planos são de fazer muitos shows e levar o EP para cada canto desse país, que quiser ouvir o que eu tenho a dizer”, finaliza o artista.


Postar um comentário

0 Comentários