NOTICIÁRIO PERIFÉRICO

Projeto Kalamidade promove festas nas cinco regiões de São Paulo para celebrar a prática de festejar como um ato político

Com o primeiro evento marcado para o dia 25 de junho, Kalamidade promove festas pela cidade de São Paulo com o objetivo de exaltar a cultura Hip-Hop 

Com o objetivo de valorizar os elementos da cultura Hip-Hop para além da música, o projeto Kalamidade promoverá 5 festas para celebrar a prática de festejar como ato político e trazer a periferia para esse movimento. Os eventos irão acontecer entre agosto e setembro, espalhados por todas as regiões da cidade de São Paulo e apresentará artistas e DJ set.

Após dois anos de isolamento, devido a Pandemia da Covid-19, o principal mercado atingido foi o de festas e eventos no geral. Segundo pesquisa da Exame, 97% das empresas do setor foram atingidas negativamente, deixando de faturar mais de 230 bilhões de reais entre 2020 e 2021. 

Mas, além do impacto financeiro, o impacto cultural é imensurável e fez com que o próprio mercado precisasse se reinventar. De lives a videoconferências, os eventos precisaram migrar para o espaço digital para que pudessem continuar mantendo-se presentes no dia-a-dia da população. 

Agora, com a retomada das atividades presenciais, o Projeto Kalamidade promove os eventos sob os pilares do Hip-Hop.  A escolha em promover festas e não palestras, inclusive, faz alusão ao nascimento do Hip-Hop, 11 de agosto de 1973, data em que Kool Herc promoveu a primeira festa que viria a se tornar o movimento em si. 

O projeto realiza festas por São Paulo a partir do Edital De Apoio à Projetos Artísticos Culturais Descentralizados De Múltiplas Linguagens, que vem para fomentar e impulsionar eventos culturais presenciais na cidade de São Paulo. A prefeitura entende a lacuna deixada e criada pelos 2 anos de distanciamento social e, consequentemente, da não realização de eventos culturais. 

Com shows de Marabu, DJ Livea e Edu Chaves, o primeiro evento está marcado para o dia 25 de junho, na Casa de Cultura Hip-Hop Leste, que marca a abertura dos cinco eventos organizados pelo projeto, que acontecem de junho a setembro. 



Postar um comentário

0 Comentários