segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Com linhas de soco contra o racismo e machismo, La Lunna chega quebrando tudo em seu Freeverse do RND



A mais ou menos 4 meses atras, a mc baiana lançou o EP "Girl Power", que inclusive indico que ouçam, gosto muito. 
A La Lunna sabe muito bem se apropriar do beat de Trap, com suas letras contundentes e punchlines foda, ela mostra que não ta no rap pra brincar.

Dando continuidade a seus trampos, La Lunna foi convidada para participar do 38º FreeVerse do portal Rapnacionaldownload também conhecido como RND

Os versos são livres, mas La Lunna não os jogou ao vento.

Com versos:

Meu game é sem drama mais respeito pras dama reconheço os racista de longe, castigo pra eles é preto com grana Quiseram me ensinar o que é certo Eu sou fora da lei fiz inverso Se quiser me acompanha hoje sou eu que manda Mulher no game sim é progresso

La Lunna ja deixa bem escuro, que é poucas ideias com racistas e machistas!

ASSISTA:




Se liga na declaração da MC:


A escolha do beat “Queen’s Speech 3” da Lady Leshurr foi primeiramente por ser um trabalho feito por uma mulher negra e que eu tenho como referência no Trap, ela me inspira e eu quis usar isso como uma maneira de trazer mais representatividade feminina e negra pra cena.


Foi uma experiência bastante gratificante pra mim, na minha letra eu foquei justamente nessa ideia de mostrar que nós negros podemos sim buscar pelo luxo, pela grana, e por tudo que quisermos, porque geralmente as pessoas acham que gente preta e rica é algo fora da realidade, quis mostrar o contrário, chega a ser ofensa, tanto que escrevi em um verso: “ tamo portando mesmo, o foda é que cês pensa que só porque somos pretos não podemos ter do caro”.

O trabalho saiu como eu queria apesar de alguns contratempos, mudei a letra umas duas vezes por querer que saísse da melhor forma, mas ainda assim eu gostei do resultado e participar do Freeverse foi um exercício muito enriquecedor pra mim.

LEIA O ARTIGO DO RND